Blog da Loja Integrada

7 dicas para aumentar o LTV na sua loja virtual

Há alguns dias, falamos um pouco sobre o LTV, o que é, sua importância e as dúvidas mais recorrentes relacionadas a esta métrica. Hoje vamos focar em dicas práticas que você pode fazer para aumentar o LTV. Preparado(a)?

Recapitulando: tudo sobre o LTV

Antes de partir para a parte prática, vamos recapitular o que já falamos sobre o LTV. A sigla significa Life Time Value (ou ciclo de vida do cliente, em tradução livre). É uma métrica que serve para calcular quanto, em média, a empresa fatura com o cliente no período de tempo em que ele se relaciona com a marca. Esse índice serve principalmente para compreender as aquisições do cliente durante este tempo, a fim de aumentar o seu ticket médio e, consequentemente, a receita da loja. A fórmula para chegar ao LTV é bastante simples: LTV = tempo médio de retenção + ticket médio.

É importante frisar que o LTV é diferente da métrica do CAC (Custo de Aquisição do Cliente), que calcula o custo que foi necessário para atrair o cliente até a empresa e, portanto, leva em conta o que aconteceu até o momento da primeira interação. O LTV, por outro lado, considera tudo o que aconteceu a partir da primeira interação e, portanto, abrange todas as interações que aconteceram desde então. São métricas complementares.

Para relembrar todos os detalhes do LTV, não deixe de ler o texto LTV: o que é e como calcular.

7 dicas práticas para aumentar o LTV

Agora, sim! Vamos para a parte prática, listando as dicas que podem ser seguidas para aumentar o LTV.

1. Mergulhe nas informações sobre o cliente
Certamente, para calcular o LTV da sua loja virtual, você vai precisar pesquisar a fundo os pedidos, valores e compras realizados. Aproveite para mergulhar nestas informações e compreender em que período há um aumento nas vendas, quando costuma acontecer o contrário, que tipo de produto tem maior ou menor saída em cada época do ano e assim por diante. Esses dados vão lhe ajudar a ter insights de promoções que podem ser realizadas, o melhor período para elas e, portanto, aumentar o LTV da sua loja.

2. Faça pesquisas de satisfação
As pesquisas de satisfação são ótimas para você saber quais são os pontos fortes da empresa — para enfatizá-los — e quais pontos podem melhorar — elaborando estratégias para isso. Buscar o melhor, com foco na opinião do cliente, é a chave para atender bem às suas necessidades e, como sabemos, clientes satisfeitos tendem não só a comprar mais, como defender e divulgar a marca para seus conhecidos.

Se você não tem prática em pesquisas, não se preocupe, no texto Como elaborar uma pesquisa de satisfação do cliente para seu e-commerce você encontrará todas as orientações.

3. Aprimore a experiência de compra do cliente
Uma das formas de se destacar num mercado cada vez mais competitivo é oferecendo uma experiência de compra excelente. Dessa forma, você incentiva os clientes a voltarem mais vezes e, logo, a comprarem mais no período de tempo em que se relacionam com a marca. Em outras palavras: o objetivo do LTV.

Para saber tudo sobre o tema, baixe o nosso Guia para uma experiência de compra de excelência. Além de dicas para aprimorar o seu empreendimento, você encontrará exemplos de lojas que fazem isso muito bem.

4. Elabore estratégias de upselling e cross-selling
Cross-selling é a estratégia usada para fazer o cliente incluir mais produtos em seu carrinho. Por exemplo, na compra desse outro produto, você ganha um cupom de desconto. Já o upselling é a estratégia usada para fazer um upgrade nas compras dos clientes para que eles levem um produto de maior valor. Por exemplo, troque este produto pela sua versão premium por apenas R$ 15 a mais.

Ambas as estratégias têm como objetivo aumentar o ticket médio do cliente. Perfeito para aumentar o LTV também. Para definir como, quando e com quais produtos elaborar essas estratégias, o conhecimento aprofundado sobre o cliente, como mencionado na dica número 1, vai lhe guiar.

Saiba mais sobre ambas as estratégias no texto Cross-selling e upselling no e-commerce: saiba tudo!

5. Compreenda a jornada do seu cliente
Em primeiro lugar, compreenda qual é o caminho que o seu cliente percorre até efetuar a primeira venda. Em outras palavras, mapeie a jornada de compra do consumidor. Além disso, como o objetivo é aumentar o LTV — métrica que leva em conta todas as interações do cliente durante o período em que se relaciona com a marca —, é interessante mapear o seu caminho também após a primeira compra. Por exemplo: se ele volta, quanto tempo demora, o que leva e muito mais.

Com este mapa em mente, você poderá elaborar comunicados personalizados para ele em cada etapa do processo com a finalidade de incentivá-lo a avançar para as próximas etapas.

6. Contrate uma ferramenta de automação de marketing
Certamente, enviar todos os comunicados que você elaborou na dica número 5 será cansativo e fácil de se perder. Por isso, a contratação de uma ferramenta de automação de marketing pode ser muito útil. Basta o cliente efetuar uma determinada ação para receber uma mensagem automática, conduzindo-o para a próxima etapa.

7. Faça estratégias de retargeting
Retargeting é a estratégia de impactar novamente um usuário que já visitou determinada página da sua loja. Por exemplo, depois de fazer uma pesquisa de bolsas em um e-commerce de moda feminina, vemos um banner com o anúncio das bolsas em outro site.

Essa ação é excelente para fisgar o cliente que visitou a loja, ficou em dúvida e resolveu pensar um pouco mais antes de efetuar a compra. As chances de ele lembrar do produto e decidir voltar para efetuar a compra são maiores.

Estas dicas para aumentar o LTV nada mais são do que formas de calcular uma métrica, analisar o cenário e agir em cima da situação. Em outras palavras, é transformar as informações em estratégias! Confira o nosso e-book Transformando dados em ação.

Leia mais

Artigo anterior

Atendimento na Black Friday: Como fazer?

Leia mais

Próximo artigo

5 dicas para alcançar mais vendas através das redes sociais durante a Black Friday

Deixe seu comentário