7 ferramentas de divulgação para e-commerce pouco exploradas pelos lojistas

Tempo de Leitura: 3 minutos

Recentemente, foi divulgado o resultado do Censo e-commerce 2017 da Loja Integrada. Além de muitos tópicos abordados – capacitação, finanças, empreendedorismo e outros – foram feitas perguntas aos participantes sobre as ferramentas usadas em suas estratégias de divulgação para e-commerce. Com base no feedback dos lojistas, o post de hoje vai mostrar alguns recursos ainda pouco explorados – e como esse pode ser o seu diferencial!

As 7 ferramentas de divulgação para e-commerce

As cinco principais ferramentas usadas pelos respondentes do Censo E-commerce 2017 para divulgar seus produtos são Facebook, Instagram, WhatsApp, E-mail marketing e Google Adwords. Entretanto, sempre vale a pena inovar, não é mesmo? Por isso, selecionei outros recursos de divulgação para e-commerce pouco explorados pelos lojistas, mas que são extremamente poderosos!

1. YouTube

É um fato: o formato vídeo é muito amigável e ganhou a preferência de muitos internautas. Além disso, o vídeo permite ao lojista demonstrar o uso do seu produto e seus benefícios de uma forma que texto e/ou imagem estática jamais conseguiriam.

Muitos lojistas não atuam no YouTube, pois creem que é muito difícil gravar e produzir vídeos (automaticamente, vem à mente a necessidade de equipamentos, atores, iluminação, local, edição, roteiro etc.). Certamente, como qualquer outro formato, é preciso caprichar para produzir um vídeo bonito. No entanto, não é um bicho de sete cabeças e não é preciso ser um expert para entregar conteúdo de qualidade. A verdade é que há muitas agências que podem produzir seus vídeos, mas, caso não seja possível tal investimento, com um smartphone, criatividade e disposição é possível realizar um trabalho eficaz. Além disso, o próprio YouTube possui uma ferramenta de edição.

2. Twitter

O Twitter também anda fora da lista de estratégias de divulgação para e-commerce de alguns lojistas, mas a verdade é que ele pode ser uma ótima ferramenta para atender, interagir e engajar os clientes. Além disso, ele possui um público muito ativo e funcionalidades únicas, como o Moments e o Trending Topics.

No primeiro post da Série Redes Sociais para Loja Virtual, eu falei tudo sobre o Twitter e ainda dei dicas para você extrair todo o potencial desta rede social. Confira aqui!

3. Marketing de conteúdo

Para construir uma boa estratégia de marketing de conteúdo é preciso dedicar-se para alimentar o blog, criar personas e produzir conteúdo relevante para os clientes. Essa é uma das estratégias de divulgação para e-commerce que funciona muito bem a longo prazo, para construir uma relação próxima com o cliente e fidelizá-lo. Afinal, todos estamos pesquisando nossas dúvidas, dores e necessidades na internet, não é mesmo?

Separei dois textos matadores sobre o tema para você. O primeiro é um guia completo sobre como produzir conteúdo para sua loja virtual e o segundo fala dos pecados do marketing de conteúdo que você não pode cometer.

4. SEO

Pasmem! A estratégia de SEO ainda é pouco utilizada pelos lojistas. Quando otimizado, o SEO pode trazer tráfego de qualidade para o e-commerce e aumentar a taxa de conversão, pois coloca a loja no topo dos resultados de busca orgânica – ou seja, sem a necessidade de comprar anúncios dos buscadores. O SEO está também intimamemente ligado ao marketing de conteúdo. Para saber tudo sobre como usar SEO para lojas virtuais, leia nosso post.

5. Marketplaces

Seguramente, é preciso avaliar os custos de comissão para compreender se é o momento certo de colocar a sua loja virtual em um marketplace. Se for, os resultados podem ser incríveis. Afinal, você terá a oportunidade de apresentar a sua loja e o seu produto para pessoas que demonstraram claramente a intenção de comprá-los.

6. Comparadores de preços

Essa é outra ótima oportunidade de exibir seus produtos para quem tem interesse neles. No entanto, também é válido colocar tudo na ponta do lápis para avaliar se o investimento vale a pena. 

7. Estratégias offline

Parece contraditório: estratégias off-line para um comércio online. O fato é que é uma estratégia de divulgação muito importante e que pode trazer muito retorno. Alguns exemplos: distribuir flyers na cidade de sua loja, dar descontos para os moradores que retirarem o produto no escritório do e-commerce, fazer parceria com comerciantes locais e participar de eventos para expor seus produtos. Tudo isso pode trazer mais visitantes para o seu e-commerce e gerar um relacionamento pessoal, algo que o online jamais substituirá.

Você acha que alguma (ou várias) dessas ferramentas de divulgação faz sentido para o seu negócio? Compartilhe nos comentários!