Blog da Loja Integrada

8 dicas para acertar no frete dos produtos do seu e-commerce

Você sabia o índice de abandono de carrinho no Brasil chega aos 82,3%? O dado apontado na pesquisa E-commerce Radar é um indicador que acende uma luz de alerta para os vendedores virtuais. Neste cenário, chamamos a atenção para um dos elementos que influenciam nesse percentual: o frete.

Afinal, quem nunca desistiu de uma compra quando achou o frete caro demais? Então, pensando no impacto da entrega de encomendas nas compras online, decidimos trazer 8 dicas para potencializar sua gestão de fretes.

Assim, seu e-commerce minimizará os efeitos negativos no seu faturamento e também no bolso do consumidor!

1. Tenha opções diferenciadas de frete

Primeiramente, vamos falar da importância de garantir que sua loja virtual tenha alternativas para suprir uma diversidade maior de demandas. Neste sentido, é fundamental que você não fique preso a apenas uma transportadora.

Mantenha-se aberto a descobrir novidades e ampliar seu rol de opções. A qualidade do seu serviço pode depender disso!

Assim como seu negócio possui características próprias, as empresas de logística também tem suas peculiaridades. E é exatamente aí que está o pulo do gato!

Encaixe diferentes necessidades de entregas em perfis distintos de transportadoras!

2. Aposte na flexibilidade de alternativas

Os Correios, por exemplo, têm uma ampla área de cobertura nacional que permite enviar mercadorias para praticamente todo o país. Porém, a estatal também atua com algumas restrições de postagem que colocam as transportadoras privadas como alternativas interessantes.

Este é o caso das encomendas grandes ou em formatos especiais, por exemplo. Os Correios cobram uma taxa adicional de R$ 79,00 nas remessas cujas dimensões ultrapassem 70 cm em qualquer um dos lados. O mesmo vale para os objetos cilíndricos, esféricos ou em rolo que precisem de manuseio diferenciado no fluxo postal.

Por outro lado, as transportadoras privadas costumam oferecer maior flexibilidade neste sentido, principalmente, quando o assunto são cargas maiores. Além de se destacarem na hora de entregar encomendas mais pesadas, algumas não possuem limitações ou cobranças extras relacionadas a formatos dos produtos.

3. Cumpra os prazos de entrega

Outra estratégia de frete decisiva para assegurar a qualidade da sua loja virtual é o prazo de entrega. Portanto, nas compras pela internet, o tempo e como os produtos chegam até os consumidores é crucial para o sucesso de qualquer e-commerce. Mas qual a sua responsabilidade nisso? Encontrar e contratar os serviços que realmente cumpram os prazos de entrega.

De acordo com o estudo realizado pela Ebit | Nielsen, o Webshoppers 38, os Correios detém o menor índice de atraso de entregas, registrado na faixa dos 16,6%. Já entre as transportadoras privadas, esta marca sobe para 24,4%.

Trazemos esta variação para demonstrar o quanto pode ser promissor mesclar diferentes serviços de entrega.

4. Amenize o impacto do frete

Como já era de se esperar, quanto menor for a incidência do frete sobre o valor da compra, maiores são as chances de o cliente realmente comprar o produto. O levantamento E-commerce Trends, da Rock Content, revelou que 55,6% dos internautas consideram alto o valor do frete.

Reverter esse quadro leva comumente muitos vendedores a recorrerem ao frete grátis. Entretanto, é bom ter calma nessa hora. Aqui ter um bom plano também faz toda a diferença!

De nada adianta livrar o consumidor do custo da entrega se isso for impactar negativamente a saúde financeira da sua loja virtual, não é? A dica então é pensar em campanhas especiais quando for oferecer envios de graça.

5. Planeje campanhas de frete

Crie promoções de fretes grátis estipulando faixas de compras mínimas, assim como a Amazon faz. A gigante do e-commerce utiliza muito esta técnica disponibilizando a isenção do transporte nas compras acima de determinado valor. Ou seja, quando o cliente gasta mais, não paga frete.

É possível também permitir uma condição diferenciada para regiões específicas do país. Conforme a pesquisa da Neoatlas, a E-commerce Radar, as regiões Sudeste, Sul e Centro-Oeste concentram a maior população de consumidores digitais no Brasil.

Dessa forma, por que não fazer do frete o seu diferencial para esse público? Ou seja, quando oferecer frete grátis, foque em clientes com maior propensão à compra!

Ao delimitar um nicho específico de ação, você tem um apelo competitivo para apostar na gratuidade. Não esqueça também de estipular um tempo de duração desta estratégia!

Outra sugestão é apresentar combos. Combine produtos com funções complementares e libere o consumidor do gasto extra estimulando-o a levar vários artigos na mesma compra.

6. Pense na experiência do cliente

Lembre que uma boa experiência ajuda a consolidar a imagem do seu e-commerce. E o frete faz parte dessa jornada! Assim como a transparência diante do público.

Pode até parecer que problemas no envio como extravio, roubo ou avaria da encomenda são de responsabilidade das transportadoras. Mas o cliente nem sequer pensará nisso antes de partir com tudo para cobrar de você uma solução. E com razão. Ele comprou um produto com você, não com a transportadora.

O ideal é não esperar a reclamação chegar ao seu atendimento. Seja honesto e proativo. Informe o cliente de eventuais problemas no envio e coloque-se à disposição com uma alternativa para resolver o impasse.

Perceba que nem tudo está perdido a essa altura e não se desespere. A forma como sua loja virtual lidar com a situação pode reverter um grande estrago, sim! É nesta relação de confiança e disponibilidade que se transforma um visitante, temporariamente insatisfeito, em um cliente fidelizado.

7. Identifique e corrija possíveis falhas

Prepare seu e-commerce para a sazonalidade das vendas, principalmente, para o aumento provocado nas datas comemorativas. Sua gestão de fretes prevê uma acentuação na demanda? Este questionamento deve ser constante para antecipar possíveis problemas e as soluções necessárias em cada caso.

Obviamente, não há como impedir totalmente as adversidades que desafiam a administração das lojas virtuais. Mas vale sim, ficar atento ao que pode ser evitado. Faça da prevenção de reclamações do público uma meta também da sua política de envio de mercadorias.

Uma proposta interessante a analisar neste setor é a aposta em uma logística reversa eficiente. Com ela, você também pode modificar uma experiência, inicialmente negativa. Desde que invista na gestão assertiva de trocas e devolução de encomendas.

Busque reduzir ao máximo qualquer desgaste com o cliente quando, por algum motivo, o produto precisar retornar à loja. Se houver a necessidade deste tipo de serviço, assuma totalmente o custo e operacionalização do processo.

8. Invista na otimização de seus fretes

Esperamos que estas dicas o ajudem a ver como acertar na gestão de seus fretes e não a enxergá-los como vilões. Como falamos anteriormente, com um bom planejamento, você pode fazer do transporte um diferencial no seu e-commerce.

E se a ideia é otimizar a entrega de mercadorias, você precisa conhecer o Melhor Envio. Somos uma plataforma gratuita de intermediação de fretes que já ajudou mais de 50 mil lojistas a transportarem encomendas em condições mais competitivas!

Faça cotações com Correios e transportadoras privadas em um só lugar e ainda otimize sua logística reversa. Visite o site e confira nossa tecnologia!

Parceiro:
Melhor Envio - Economize na gestão de fretes
https://www.melhorenvio.com.br
Leia mais

Artigo anterior

Como um bom logo pode ajudar facilmente seu e-commerce a vender mais?

Leia mais

Próximo artigo

Como o Chat Online Otimiza Seu Funil de Vendas

Deixe seu comentário