Blog da Loja Integrada

Armazenamento para e-commerce: Como melhorar sua operação

Algumas pessoas acreditam que ARMAZENAMENTO de mercadorias requer apenas um local para guardar os produtos.

Mas a armazenagem vai muito além disso. Ela é uma das peças primordiais na operação LOGÍSTICA, para que todo o resto da cadeia funcione em plena harmonia.

Armazenar mercadorias é um processo que precisa ser mapeado e analisado com cuidado pela Logística, pois a falta de atenção ao Armazenar pode ser um erro crucial, que pode comprometer a estrutura de sua operação

 Afinal, o controle é um dos pilares que sustenta os resultados positivos, de qualquer modelo de negócios, afim de reduzir CUSTOS E PERDAS.

A ideia é monitorar os produtos armazenados para garantir que as demandas serão atendidas sem haver excessos e prejuízos. Nesse processo, é importante reconhecer que as mercadorias sem giro representam dinheiro parado, por isso, é fundamental saber como fazer essa gestão e ela pode ser feita de 2 maneiras :

Armazenagem Própria

É quando a empresa armazena a própria mercadoria e fica sob sua responsabilidade a administração de todos os produtos.

Armazenagem Terceirizada

É quando uma empresa terceirizada controla a gestão dos processos, incluindo a mão de obra responsável pela operação, em um espaço físico contratado. Hoje em dia, se tornou bastante comum e são conhecidas no mercado como Operador Logístico

Neste post, vamos dar algumas dicas para você armazenar suas mercadorias da melhor maneira possível.

  1. Controle de entrada e saída: O ideal e o melhor dos mundos seria investir em um software de gerenciamento de estoque que possibilite realizar esse controle de maneira mais automatizada, porém há casos de empresas que não possuem um sistema por achar o investimento alto e nesses casos, recomenda-se realizar o controle em planilhas de Excel.
  2. Posicione em local correto: Após a mercadoria ser conferida e identificada, inicia-se o processo de alocação nos endereços para armazenar as mercadorias. Endereço é o local onde uma ou mais mercadorias serão armazenadas, já a alocação, é o processo que busca definir qual o melhor endereço para armazenar as mercadorias considerando a proximidade com o Picking, setorização e demais regras que possam dar produtividade na separação das mercadorias.

 A Logística precisa ter agilidade dos processos, principalmente nos dias de maior pico. Com isso, as mercadorias precisam estar armazenadas no local correto para facilitar a localização, desse modo, os armazéns utilizam a classificação através da curva ABC, onde: os materiais consistem em classificar os itens em 3 faixas:

  • Classe A: 20% dos itens representam 80% do valor do estoque.
  • Classe B: 30% dos itens representam 15% do valor do estoque.
  • Classe C: 50% dos itens representam 5% do valor do estoque.

Importante manter os que possuem maior giro (curva A) são os produtos mais importantes do seu estoque, pois eles representam uma boa parte do seu faturamento ou tem um alto giro. Esses produtos precisam de uma gestão bem efetiva, e devem ser posicionados próximos da entrada e saída do armazém. Para ganhar agilidade no momento da expedição

Os materiais que possuem giro médio (curva B) são os produtos conhecidos como intermediários e possuem uma boa margem de contribuição e precisam de uma gestão moderada. Nesta classe você pode encontrar produtos com grande potencial para a Classe A como também produtos migrando para a Classe C. ficam em posição intermediária

Os materiais com baixo giro (curva C) pertencem aos produtos com baixo retorno de faturamento e giro. Eles podem estar sujeitos a um gerenciamento mais simples. Nessa classe você podem identificar produtos que podem ter sua estratégia de vendas melhorada ou retirá-lo do seu catálogo. Ficam mais longe, pois não serão movimentados com tanta frequência.

  1. Endereçamento de Estoque:  O endereçamento das mercadorias possibilita que cada um dos itens seja mais facilmente encontrado, na rapidez que a atividade de logística exige. Existem vários meios para facilitar a armazenagem do estoque, e uma das opções mais eficientes nesse sentido é o endereçamento.

Essa estratégia consiste em atribuir letras ou números para cada corredor, estante, prateleira, e nicho, inclusive para as posições direita e esquerda nas “ruas” do galpão de estoque.

Exemplo: Uma mercadoria que está no corredor ou rua A, à esquerda, na estante 2, sobre a quarta prateleira, seria facilmente identificável no sistema a ser implantado como localização AE24 (ou seja: rua A, lado esquerdo, estante 2, prateleira. Esse endereço em um sistema, seria acompanhado do tipo de produto, data de entrada no armazém e validade, no caso de perecíveis.

Dessa maneira, fica muito mais fácil registrar a localização de cada item e, consequentemente, encontrá-los em meio aos outros produtos estocados.

Espero que essas dicas possam ajudar você a pensar de uma maneira diferente quanto a sua estratégia logística do seu e-commerce.

Se quiser saber mais como funciona a forma de armazenamento terceirizado, fale com a SouLog

Autora:
Edilene Loiola – CEO da Soulog
www.soulogistica.com.br 
Leia mais

Artigo anterior

Neuromarketing: o que é, e como aplicar em sua loja

Leia mais

Próximo artigo

Como criar uma loja virtual de cosméticos e perfumaria [e-commerce prático]

Deixe seu comentário