Blog da Loja Integrada
checklist de pagpamentos para blackfriday

Não perca vendas! Faça um checklist de pagamentos da Black Friday 2021

O seu ecommerce já está preparado para a data mais aguardada pelo varejo? A Black Friday 2021 promete recordes de vendas, afinal a intenção de compra é 29% maior em comparação com o ano passado, de acordo com a pesquisa da Offerwise encomendada pelo Facebook. 

Mas, para vender nessa data e ser um sucesso de vendas, é necessário muito mais do que a oferta dos 30% de desconto e uma campanha com letras neon. O consumidor está cada vez mais atento às melhores oportunidades de mercado e, principalmente, exigente com atendimento, experiência de compra, entrega e qualidade dos produtos. 

Nesse cenário, um ponto de atenção importante é o checkout da sua página de vendas, que está diretamente relacionado com a sua tecnologia de meios de pagamento. Isso porque todos os seus esforços de marketing e vendas podem ser frustrados caso você não ofereça o método de pagamento desejado pelo cliente, além de uma experiência de compra fluida e segura. 

Se você quer garantir a conversão de vendas e de pagamentos na sua loja virtual, aqui está o seu checklist da Black Friday 2021, com todos os pontos de atenção para garantir eficiência e segurança em relação aos pagamentos.

⏱️ Tempo de carregamento 

De acordo com o Google, pra reter a atenção de um usuário online, o tempo máximo de carregamento de uma página deve ficar em 2 segundos. Então, seja na página inicial do site, nas páginas de produtos ou na página de finalização da venda, o site deve ter uma velocidade considerável pra não perder tempo de permanência pela demora no carregamento. 

Ainda é preciso levar em consideração que a Black Friday é um evento caracterizado pelo aumento de tráfego nos sites de lojas virtuais – inclusive, sendo essa métrica considerada um dos indicadores de sucesso da ocasião. Então, é preciso checar com a sua plataforma e hospedagem se toda a sua tecnologia está preparada para isso. 

Os famosos testes de estresse antes da ocasião são essenciais. Eles consistem em simular uma alta taxa de tráfego para analisar como o sistema responde a esse cenário. Assim, é possível melhorar o dimensionamento de infraestrutura e detectar erros que poderiam comprometer o funcionamento do site. 

✅ Página de checkout 

A página de checkout é determinante para o sucesso de uma venda. O ideal é que ela seja enxuta e prática. Nela, é preciso pedir dados pessoais, de entrega e de pagamento. Então, fique atento em pedir somente o indispensável, garantindo que o cliente não desista de fazer a compra por conta de um checkout muito extenso. 

Além disso, transmita segurança na sua página, com SSL no domínio do site e selos de segurança para informar que aquele é um checkout seguro. Mas, principalmente, garanta uma página sem redirecionamentos, é o que chamamos de checkout transparente – ele mantém a identidade visual da sua loja, passando a ideia de unidade para o cliente, evitando desconfiança no consumidor ao mandá-lo para digitar os dados de cartão em outra página. 

Pra você ter uma ideia da relevância desses pontos: 28% dos abandonos de carrinho ocorrem devido a um checkout complicado ou longo demais. Enquanto isso, 19% são pela insegurança para digitar dados de cartão na página do site. Os dados são da Moosend. 

💰 Métodos de pagamento 

De acordo com a Behup, 4,1 – em uma escala de 1 a 5 – é o nível de importância que as diferentes opções de pagamento têm na decisão de compra dos brasileiros durante a Black Friday. Além disso, independentemente da sazonalidade, cerca de 8% dos abandonos de carrinho ocorrem pela limitação da oferta dos métodos de pagamento, segundo o levantamento da Moosend.

Nesse contexto, podemos concluir que quanto mais métodos de pagamento você oferecer na sua loja virtual, melhor. Assim, contempla clientes com diferentes realidades financeiras e preferências. 

Vale lembrar ainda que se o seu e-commerce tem um ticket médio elevado, pode ser igualmente importante disponibilizar funcionalidades que tornem o pagamento ainda mais fluido e cômodo, como:

Multimeios de pagamento: opção de combinar mais de um método de pagamento em um único pedido, como cartão e boleto ou dois cartões;

Multicompradores: possibilidade do pagamento ser feito por mais de um comprador em um mesmo pedido. 

🚫 Antifraude calibrado 

O antifraude é o sistema que garante que compras fraudulentas não sejam aprovadas na sua loja virtual. Em qualquer época do ano, é preciso investir nessa tecnologia, afinal, as tentativas de golpes no varejo digital são uma realidade.

No entanto, a Black Friday requer um cuidado ainda maior – com mais vendas, a possibilidade de sofrer mais golpes já é uma estatística. De acordo com a Konduto, em 2020, a taxa de tentativas de fraude sobre o total de pedidos durante o evento ficou em 1,36%, enquanto, em 2019, o índice fechou em 1,14%.

Além de contratar essa ferramenta, é preciso refiná-la a partir do uso. O que isso significa? O sistema antifraude funciona baseado em aprendizados. Então, quanto mais transações o antifraude processa, mais bem apurado ele se torna. 

Isso porque essa tecnologia performa em um modelo que traça perfis dos comportamentos de compra do consumidor e do modelo de negócio para o qual trabalha. 

Ou seja, o sistema atua de maneira distinta em uma loja de eletrônicos e em uma de roupas, por exemplo. Ele delimita regras específicas para cada uma dessas realidades para conseguir fazer um trabalho eficaz e, se não for bem configurado, pode barrar muitas compras legítimas. 

Na Black Friday, pra garantir a eficácia do antifraude, é preciso deixá-lo rodando com antecedência de pelo menos 1 ou 2 meses. Se o seu sistema não está ideal, é preciso ponderar que mudá-lo a poucas semanas da ocasião pode não ser eficiente. Então, converse com o seu fornecedor e entenda como melhorar a performance dele antes do grande dia. 

💡 Outra dica importante é checar as próprias vendas. Você e seu time conhecem os seus clientes melhor que ninguém. Então, se você notar alguma compra fora do padrão, entre em contato com o consumidor. Você pode fazer checagens manuais para garantir a legitimidade da compra, verificando informações como:
  • endereço de entrega;
  • e-mail;
  • nome do consumidor;
  • e valor do pedido.

Imagine que você tem um ticket médio de R$ 150, por exemplo. Se você receber um pedido no valor de R$ 10 mil, pode ser um tanto suspeito, certo? Então, todos esses dados devem estar de acordo com o perfil recorrente do seu cliente. Essa é uma maneira de garantir que fraudes não sejam aprovadas no seu ecommerce e, por outro lado, que compras legítimas não sejam barradas. 

🔐 Segurança pro cliente e pra você 

Outro ponto que deve constar no seu checklist de pagamentos Black Friday 2021 é a segurança da sua tecnologia de pagamento. 

Os meios de pagamento são responsáveis pela coleta e, por vezes, armazenamento de dados pessoais dos clientes e de seus cartões de crédito. Por isso, é imprescindível contar com um parceiro que trabalhe com criptografia de dados e tenha a certificação PCI DDS (Padrão de Segurança de Dados para a Indústria de Cartões de Pagamento), garantindo a segurança das informações dos titulares dos cartões de crédito que transacionam no seu ecommerce. 

⚙️ Estabilidade do meio de pagamento 

Por fim, o último ponto imprescindível para o seu checklist de pagamentos da Black Friday 2021 é a estabilidade da sua tecnologia de pagamento. Caso o seu sistema de pagamento caia durante a ocasião, a experiência do seu cliente pode ficar comprometida. 

Além disso, é preciso considerar o impacto financeiro negativo que isso pode causar na sua loja virtual em um momento que se espera vender tanto. 

Então, busque um meio de pagamento que prepare sua tecnologia para receber os altos volumes de transação da ocasião. 

A Pagar.me é uma plataforma de serviços financeiros digitais parceira da Loja Integrada, com histórico de 100% de estabilidade nas duas últimas edições da Black Friday! Conheça aqui a solução ou, se já é cliente Loja Integrada, confira as condições especiais do parceiro na plataforma.

Leia mais
otimizar pagamentos na black friday

Artigo anterior

6 dicas pra otimizar os pagamentos durante a Black Friday

Parabéns, agora você pode por em prática tudo que aprendeu!

Deixe seu comentário