Blog da Loja Integrada

Checklist: minha ideia de negócio é boa?

A dificuldade de muitos empreendedores é avaliar se a ideia de negócio que eles tiveram é boa o suficiente para se tornar em um negócio lucrativo e rentável. Além disso, é preciso saber quais produtos vender e como fazer a empresa prosperar a longo prazo – tendo em vista que 60% das empresas brasileiras fecham após cinco anos de operação. Para você, que está nesta situação, foi criado esta checklist com alguns itens para lhe auxiliar a verificar se você está no caminho certo.

1. O hobby pode virar um negócio?

A lista será aberta com uma pergunta muito comum entre os empreendedores. A resposta é: sim! Desde que o seu hobby seja submetido aos tópicos desta checklist. Dessa forma, você poderá se preparar melhor para transformar o hobby em um negócio lucrativo.

2. Escreva a sua ideia

ideia de negócio

Parece bobo, mas quando escrevemos nos obrigamos a organizar as ideias. Esse exercício lhe ajudará a estruturar melhor o que você pretende fazer, analisar os pontos que não estão tão claros, aparar as arestas e será o primeiro passo para a montagem de um plano de negócio.

3. Descobrir se é possível comercializar essa ideia de negócio

Uma ideia de negócio pode ser linda no papel, mas uma empresa precisa dar lucro. Então, estude como fazer sua ideia monetizar: há público para o que você vai oferecer? Há fornecedores na sua região? Quais são os canais de venda? É possível vender online ou apenas fisicamente? Estude e pesquise!

4. Pensar no problema

As empresas mais prósperas são aquelas que resolvem um problema para um determinado público. Então, reflita sobre qual problema você resolve e de que forma as pessoas estariam dispostas a pagar por isso.

5. Fale com outras pessoas

Amigos, familiares, potenciais clientes e empreendedores. Valide sua ideia de negócio com estes públicos. Isso será mais um exercício para você estruturar a sua própria ideia de negócio, mas também para colocá-la à prova. Estas pessoas verão detalhes que você não percebeu e isso lhe permitirá solucioná-los.

6. Qual será o seu diferencial?

Há dois cenários possíveis: que você atue num mercado que é um oceano vermelho – ou seja, com muitos concorrentes –, e neste caso é importante ter um diferencial para se destacar perante a eles, ou que você atue num mercado que é um oceano azul – ou seja, um mercado ainda pouco ou nada explorado. Neste caso, o fato de ser um negócio inovador já será o seu diferencial. No entanto, é preciso estar atento pois cedo ou tarde outras empresas terão interesse neste mercado e o seu negócio precisará se destacar.

7. Quem são os seus concorrentes?

Faça um benchmarking de todos para analisar em que pontos você pode se destacar deles. Pode ser que o seu negócio seja muito inovador e o lado ruim disso é não ter com quem se comparar. Nesse caso, é interessante analisar empresas que sejam concorrentes indiretos ou que tenham algumas similaridades com o seu negócio. Pode ser, também, que empresas de outros países estejam desenvolvendo ou vendendo produtos similares ao que você comercializa e é importante analisá-las.

8. Minha ideia de negócio tem futuro?

Como mencionado no início do texto, 60% das empresas brasileiras fecham após cinco anos de operação. Para descobrir se a sua empresa estará entre os 60% ou 40%, coloque a sua ideia à prova imaginando cenários de curto, médio e longo prazo. Um fator que pode impactar muito essa situação é o mercado em que a empresa está inserida. Por isso, uma boa análise de tendências é recomendável.

Outro fator de impacto é o momento em que a empresa atinge o seu ápice de vendas para aquele mercado. A solução pode estar em começar a desenvolver ou vender o mesmo produto para outros mercados, elaborar ou comercializar produtos complementares para o mesmo público ou outra opção criativa. Qual será a saída? Como você continuará fazendo a empresa prosperar após atingir este ponto?

Além disso, o ponto mencionado no tópico 6 é muito importante para o futuro da empresa também, pois uma empresa com um forte diferencial tem mais chances de ser durável.

9. Não fique preso à ideia original

Esteja disposto a flexibilizar um pouco a sua ideia de negócio se isso significar uma oportunidade melhor.

Sua ideia de negócio passou por estes pontos e você acredita que ela deva sair do papel? Confira estas 8 dicas para abrir seu próprio negócio.

Leia mais

Artigo anterior

7 dicas para incentivar avaliações de loja virtual

Leia mais

Próximo artigo

[Série Redes Sociais] Pinterest para loja virtual

Deixe seu comentário