Blog da Loja Integrada
Saiba orientar seu cliente a como começar um negócio digital

Saiba orientar seu cliente a como começar um negócio digital

Pra começar um negócio digital, seus clientes devem receber suporte relacionado a tecnologia e conhecimento. Saiba como você pode ajudar nesse momento.😉

Empreendedoras e empreendedores do Brasil e de outros países, atraídos pelas oportunidades que o comércio eletrônico oferece, desejam começar um negócio digital. Mas, nem todos estão preparados pra enfrentar os desafios desse mercado.

Abrir uma loja virtual pode ser fácil, mas demanda tempo, conhecimento, investimento e, principalmente, planejamento. A pessoa que vai empreender ainda deve ter a capacidade de se adaptar rapidamente aos desejos e expectativas de quem vai consumir.

Esse contexto que envolve começar um negócio digital mostra que tão importante quanto ter uma ideia é o modo como a pessoa empreendedora escolhe pra viabilizar o negócio. 

Então, preparamos este conteúdo com os primeiros passos que devem ser dados.

Veja como orientar seus clientes sobre começar um negócio digital.

Definir objetivo do negócio e suas metas

O primeiro passo que a empreendedora e o empreendedor devem dar pra começar um negócio digital é traçar seu objetivo, ou seja, determinar onde ele quer chegar. A partir disso, torna-se possível estabelecer as metas — tarefas específicas pra alcançá-lo. 

Como representante da agência, você deve orientar seu cliente a respeito da definição do objetivo e das respectivas metas. Elas se desdobrarão nos próximos passos que listamos neste conteúdo. Continue acompanhando.    

Estrutura legal para começar um negócio digital

Para não ter complicações no futuro, o negócio digital precisa ser legalizado. Isso significa a necessidade de ter um CNPJ ativo e regularizado. Dependendo da situação financeira na qual se encontra o cliente, ele pode começar como Microempreendedor Individual (MEI).

Persona do ecommerce

Passo importantíssimo para quem deseja começar um negócio digital. Vender online requer uma reflexão sobre quem vai comprar.

Esse processo é a primeira etapa para encontrar a persona — representação fictícia do cliente ideal, baseada em dados e características reais. O objetivo é mapear com exatidão o perfil procurado.

Pode ser que a loja online tenha mais de uma persona. Determiná-las contribui para viabilizar o modo como o negócio se comunicará com cada uma.

Portfólio de produtos e serviços

Definir os produtos e serviços que estarão à venda em um ecommerce nem sempre é uma tarefa fácil. Mas a definição da persona contribui para essa escolha.

Também é importante saber se o segmento escolhido possui demanda. Não basta que ele esteja entre os que mais vendem no comércio eletrônico.

Há muitas lojas online que atuam em vários segmentos, mas existem nichos pouco explorados — principalmente os que se encontram dentro deles.

Imagine que seus clientes abrirão uma loja de equipamentos fotográficos. Esse é um nicho. Mas eles podem focar na venda de acessórios especializados, feitos à mão e sob encomenda. Trata-se de um micro nicho.

Outro ponto importante é saber se o produto ou serviço é escalável. Quando há poder de escala, a loja online tende a crescer. No entanto, ela também deve estar preparada para o aumento da demanda.

Sendo assim, é fundamental que o empreendedor conheça o mercado, o segmento, o nicho ou o micro nicho no qual pretende atuar.

Dicas para escolher a plataforma de ecommerce

Por último, mas não menos importante, quem vai empreender deve escolher uma plataforma de ecommerce fácil de mexer e que ofereça as ferramentas necessárias para começar um negócio digital funcional e escalável.

A plataforma para montar uma loja virtual deve ter um checkout transparente, garantir a segurança de dados, permitir vendas de produtos por assinatura, apresentar uma calculadora de fretes e ter a estrutura para a realização de promoções.

As partes de marketing e conteúdo não podem ficar de fora! Também é necessário ter integração com marketplaces, redes sociais e sistemas de newsletter.

Outro ponto importante é que a plataforma seja preparada para uma eficiente gestão de estoque, possibilitando a opção de drop shipping — quando este é terceirizado e fica sob responsabilidade do fabricante ou de um atacadista.

Vale destacar a necessidade de olhar quais são os recursos de automação, que facilitam o acompanhamento dos pedidos e de carrinhos abandonados, além do pós-venda.

Os próximos passos para fazer o negócio digital prosperar envolvem a capacidade dessa plataforma de gerar relatórios. Quando estes são frequentes e bem organizados, proporcionam insights que direcionam o e-commerce para o caminho certo.

Hora de colocar a mão na massa

Assim sendo, para começar um negócio digital, seus clientes precisam ter o máximo de suporte — tecnológico e de conhecimento — para fazerem boas escolhas e alcançarem as oportunidades que o comércio eletrônico apresenta.A Loja Integrada oferece vários recursos que facilitam a vida dos seus clientes. Se você tem uma agência ou uma solução em tecnologia e quer crescer junto com nosso ecossistema, seja um parceiro da Loja Integrada. Será um prazer ter você crescendo junto com a gente!😉

Assine o plano Pró da Loja Integrada
Leia mais
campanha de Dias dos Pais 2021

Artigo anterior

5 dicas para a campanha de Dia dos Pais 2021 – Corre que dá tempo

Parabéns, agora você pode por em prática tudo que aprendeu!

Deixe seu comentário