Blog da Loja Integrada
E-commerce Geek

Como criar uma loja virtual de produtos Geek [e-commerce prático]

Dando continuidade à nossa série de artigos E-commerce Prático, onde compartilhamos dicas de como ter seu negócio online de forma simples e descomplicada, chegou o momento de falarmos sobre um segmento muito popular e que vem crescendo muito nos últimos anos, o de produtos do universo Geek.

Mas, afinal, o que é ser “Geek”?

De acordo com a definição apresentada pelo site Masters In IT, que faz curadoria de programas de educação voltados à tecnologia da informação e ciência da computação, Geeks são pessoas que, de tão apaixonadas por determinado assunto, tornam-se especialistas sobre ele.

São mais comumente apresentados como consumidores de artigos de tecnologia, mas podem ter interesses diversos, desde miniaturas colecionáveis até produtos relacionados à universos fantásticos do cinema.

O mercado Geek

Muitos dos números do mercado Geek se misturam com os números de outros segmentos. Contabilizar o que foi comprado especificamente por um Geek não é uma tarefa fácil, afinal, geeks tem animais de estimação, moram em algum lugar, compram peças de vestuário…

Entretanto, a ABRAL (Associação Brasileira de Licenciamento) estima que este mercado movimenta R$ 18 bilhões ao ano, e esse ainda é um número pequeno frente ao potencial deste segmento.

Um detalhe que diferencia o público geek de outros públicos é a profunda relação daquilo que é comprado com suas paixões. Para o geek, a aquisição de um produto não é meramente uma compra, e sim algo que vai compor seu estilo de vida.

E para entender um pouco mais sobre o estilo geek de viver – e de consumir – a MindMiners e o Grupo Omelete conduziram um estudo que traça alguns possíveis perfis deste público. Entre outros dados deste estudo, lançado dia 25 de maio de 2018, o Dia do Orgulho Nerd, um dado interessante é que existem geeks de todas as classes sociais.

Além disso,  boa parte é financeiramente independente, mesmo não pertencendo às classes sociais com maior poder aquisitivo.

Um geek para chamar de seu

Neste mesmo estudo, a MindMiners e o Grupo Omelete classificaram os geeks em 3 diferentes perfis: Tech Geek, Cult Geek e Gamer Geek.

Cada um desses perfis tem diversos interesses que podem ser traduzidos em produtos para o seu e-commerce.

1. Tech Geek

São os geeks interessados em conhecer novas tecnologias. Uma forte característica do Tech Geek é ser early adopter, ou seja, sempre está antenado às novidades do mercado e sente prazer em ser o primeiro de seu grupo a descobrir algo.

Produtos que vão agradar

• Smartphones;

• Notebooks;

• Acessórios de tecnologia em geral, como mouses, teclados e monitores.

Ticket médio

• Alto – produtos de tecnologia, principalmente smartphones e notebooks, tendem a apresentar preços mais altos e baixa recorrência. Por isso, o ticket médio costuma ser mais alto.

Como falar com este público

• Aposte em descrições completas para os produtos, com todas as especificações técnicas. Informação nunca é demais!;

• Acompanhe as tendências do mercado de tecnologia e compartilhe com seu público, por meio de redes sociais ou pelo blog do seu negócio.

Dica que vale ouro: O Google, a Apple e a Samsung são algumas das empresas que oferecem produtos de tecnologia e que fazem anualmente eventos onde apresentam todas as novidades que serão lançadas nos meses posteriores.

Acompanhe estes e outros eventos e, mesmo que inicialmente sua loja ainda não comercialize esses produtos (alguns demoram a chegar ao Brasil), isso mostrará que seu negócio está atento às novas tendências.

2. Cult Geek

Este é o grupo onde você encontrará mais oportunidades para oferecer produtos, devido à diversidade de paixões envolvidas. Os Cult Geeks são aficionados por cultura pop, cinema, quadrinhos e diversas outras formas de arte.

Produtos que vão agradar

• Camisetas com estampas de filmes e séries;

• Histórias em quadrinho;

Action figures de super-heróis e personagens de filmes e seriados;

• CDs, DVDs e Blurays – embora estas mídias estejam se tornando obsoletas, os geeks adoram colecioná-las!;

• Quadros e placas.

Ticket médio

• Baixo a Médio – de forma geral, os produtos para este segmento não tem um preço alto. O preço dependerá também da raridade do produto.

Como falar com este público

• Descrições completas também farão a diferença, mas os detalhes que você deve apresentar são um pouco diferentes. Em relação à mídias, por exemplo, lembre-se de apresentar o ano de lançamento, se é uma edição especial, comemorativa, entre outros detalhes;

• Use e abuse de referências. Este público domina o conteúdo daquilo que consome, então usar frases de filmes ou ressaltar características de personagens de quadrinhos ao tratar com seu cliente demonstrará que você também tem a mesma paixão.

Dica que vale ouro: Acompanhar eventos e premiações sobre cultura pop, como o Oscar e as Comic Cons que acontecem pelo mundo, pode dar muitas ideias não só para movimentar suas redes sociais, mas também para criar promoções e apostar em novos produtos para sua loja.

Atente-se aos filmes indicados, celebridades que comparecerão aos eventos e os grandes lançamentos.

3. Gamer Geek

O Gamer Geek é apaixonado e entusiasta de jogos. E quem pensa que o Gamer Geek é só aquele que gosta de jogar videogames está enganado, hoje esse público é muito maior e diverso do que se imagina.

Produtos que vão agradar

• Camisetas com estampas de jogos;

Action figures de personagens de jogos;

• Consoles e seus acessórios, como controles, fones e os próprios jogos em mídia física;

• Computadores especiais para gamers e seus acessórios, como mousepads, teclados e mouses;

• Jogos de tabuleiro;

• Quadros e placas.

Ticket médio

• Variável – os produtos voltados para gamers, principalmente por influência do dólar, costumam ser mais caros. Uma boa alternativa para atingir quem tem mais e menos possibilidades para investir nestes artigos é equilibrar produtos mais baratos (como placas e camisetas, por exemplo) com produtos mais caros (como acessórios e jogos em mídia física).

Como falar com este público

• Se para o Cult Geek as referências fazem a diferença, conhecer algumas das gírias do universo dos jogos pode ser um diferencial para seu negócio;

• O site E-Arena reuniu diversos termos do vocabulário gamer que podem te ajudar a se comunicar com este público sem parecer um noob completo.

Dica que vale ouro: Um universo ainda pouco explorado é o dos streamers, jogadores que transmitem suas partidas online. Neste caso, o seu objetivo é atingir o público que acompanha este tipo de transmissão.

Produtos que levam a assinatura de e-atletas (jogadores profissionais de e-sports) e relacionados aos principais campeonatos, como os de League Of Legends, são uma grande oportunidade!


Como você pode ver, lojas do universo Geek se misturam com diversos outros tipos de loja: moda e vestuário, eletrônicos, casa e decoração e diversos outros. O limite é sua criatividade em unir a paixão de um desses nichos com a proposta do seu negócio. Para que você possa começar a estruturar seu negócio, nossa dica é primeiro escolher um desses perfis (aquele que você tenha mais identificação, que apresente uma melhor margem de lucro e que você tenha acesso a bons fornecedores), e em seguida compor um mix de produtos para focar seu negócio.

O que achou do artigo de hoje? Tem algum outro segmento do mercado de e-commerce que você quer saber mais informações e dicas? Deixe nos comentários sua sugestão!

Ah, e não se esqueça de conferir as nossas dicas anteriores:

Como criar uma loja virtual de moda incrível

Como criar uma loja virtual de eletrônicos incrível

Como criar uma loja virtual de cosméticos e perfumaria

Como criar uma loja virtual para pets

Como criar uma loja virtual de casa e decoração

Leia mais
Dia das Mães - E-commerce

Artigo anterior

8 dicas para organizar sua loja para o Dia das Mães e vender mais!

Leia mais
Dia dos Namorados Loja Virtual

Próximo artigo

Dia dos Namorados: prepare sua loja para a data!

Deixe seu comentário