Blog da Loja Integrada

Como definir metas de 2019 para o seu negócio virtual

A reta final de um ano, bem como a consequente chegada do próximo, é um período para olhar para tudo que aconteceu, colocar as ações na balança, avaliar conquistas e definir metas para o próximo ciclo. E, pensando no seu negócio virtual, isso não pode ser diferente.

Como empreendedor, você deve analisar o ano que está acabando: o que deu certo, que frutos plantou, que frutos colheu, o que ainda precisa ser aprimorado e o que você deseja para o seu negócio no próximo ano.

Por isso vamos abordar, no texto de hoje, algumas dicas e orientações para definir as metas de 2019 do seu negócio virtual.

O que é uma meta?

Antes de tudo, é importante termos em mente o que é uma meta. Meta é aquilo que —junto com prazo e quantidade — vai nos ajudar a chegar ao nosso objetivo. Ou seja, a meta está totalmente vinculada ao planejamento do negócio e deve ser viável.

Imagine que você quer fazer uma viagem que sai da cidade A para a cidade B. O objetivo é chegar à cidade B. Você consegue um mapa, que lhe permite fazer um planejamento das rotas possíveis. Assim, você define as metas para alcançar o seu destino: fazer um orçamento da viagem, juntar dinheiro suficiente em 3 meses, alugar um carro, pesquisar acomodação no caminho etc. Cada uma dessas ações é uma meta.

Por exemplo, uma meta excelente de ser alcançada seria aumentar o faturamento do negócio em 1000% em 2019 com o objetivo de se tornar a maior loja virtual do seu nicho. Isso seria maravilhoso para qualquer negócio.

No entanto, tendo como base o planejamento do negócio — que engloba o cenário econômico, político e social em que está inserido, o perfil do seu público, a sua taxa de crescimento nos últimos meses etc. —, você percebe que é uma meta irreal para ser realizada em um ano.

Portanto, decide alterar a meta para um crescimento de 30% no faturamento, com o objetivo de expandir seu negócio e contratar dois colaboradores.

4 Metodologias para definir metas

Para definir metas, você pode recorrer a diferentes tipos de processos. Alguns são:

1. SMART
SMART é o nome da metodologia publicada por George T. Doran. Cada letra do acrônimo indica um requisito da meta:

Specific – Específica – Uma meta não pode ser vaga nem generalista. Ela deve especificar claramente o que se deseja atingir. Por exemplo: aumentar seu tráfego em 20% em dois meses.
Measurable – Mensurável – Uma meta precisa ser medida para que seu sucesso possa ser acompanhado. Considerando o exemplo acima, você pode usar os dados analíticos do seu site (como o Google Analytics) para monitorar o seu número de visitantes.
Attainable – Atingível – É preciso que seja viável realizá-la. É o que falamos anteriormente sobre crescer 1000% em um ano, é importante repensar e adaptar a meta à sua realidade: 30% de faturamento em um ano, por exemplo.
Relevant – Relevante – Uma meta que faça sentido para o negócio e/ou para o público tem a capacidade de envolver todos na missão de atingi-la. O crescimento no faturamento beneficia todos na empresa, por exemplo, portanto haverá um esforço conjunto para alcançá-lo.
Time Based – Temporal – A meta precisa ter um prazo definido para acontecer. 30% de faturamento em um ano; 20% no aumento de tráfego em dois meses etc.

2. HARD
HARD é um acrônimo da metodologia de Mark Murphy, que sugere que as metas devem ir além da zona de conforto e incentivar um desempenho maior. As letras representam:

Heartfelt – Conexão emocional – Para que você se esforce e se envolva na missão de realizar a meta. Por exemplo: um aumento no lucro para montar um ateliê em que serão oferecidas aulas presenciais, além da sua produção regular de sapatos artesanais vendidos online.
Animated – Vívida – Construção de uma visão real e “animada”, como um filme, que ilustra o resultado final. Você imagina todos os detalhes desse ateliê, os futuros alunos entrando no espaço etc.
Required – Necessária – A meta deve ser essencial para alcançar o objetivo. O aumento no lucro, nesse caso, é o que vai possibilitar o aluguel/compra do espaço, a compra de materiais e realizar todos os preparos para o ateliê.
Difficult – Difícil – Desafio que o(a) move e o(a) incentiva a crescer. Embora o lucro dependa de inúmeras variáveis — algumas sobre as quais você não tem controle, como cenário econômico —, essa meta vai ajudar a expandir o seu negócio e a sua carreira profissional.

3. WOOP
O método de Gabriele Oettingen e Peter Gollwitzer sugere que uma meta tenha os seguintes aspectos:

Wish – Desejo – O desejo de algo real, desafiador e realista. Por exemplo: fazer parceria com um influenciador digital para ganhar mais visibilidade.
Outcome – Resultado – O desfecho ideal imaginado de forma detalhada, com sensações, emoções e todo o cenário do resultado. Usando o exemplo acima, você se imagina conversando com o influencer, determinando algumas ações, visualizando o aumento no número de seguidores etc.
Obstacle – Obstáculos – Desafios internos que podem impedi-lo(a) de alcançar o resultado. Sua insegurança para conversar com o influenciador digital, a falta de confiança na sua capacidade de apresentar a marca entre outros.
Plan – Planejamento – Ações para superar os desafios e obstáculos. Nesse caso, você pode se preparar bem para a reunião com o digital influencer, desenvolver um press kit para a marca etc.

4. Regra das 3 metas
Essa metodologia consiste em definir uma meta e quebrá-la em 3 metas menores. Assim, você terá uma sensação de dever cumprido num período mais curto de tempo, o que promove satisfação e ajuda a manter-se motivado. Por exemplo, sua meta é aprimorar as embalagens para oferecer uma experiência de unboxing surpreendente. Assim, você pode dividi-la em: pesquisar materiais atraentes e eficazes; montar e testar a embalagem; procurar fornecedores dos materiais necessários.

3 dicas práticas para definir metas para o próximo ano

A seguir confira as dicas que podem ajudá-lo(a) a definir metas do seu negócio.

1. Defina uma meta da empresa e uma meta para cada setor

Com base no planejamento da empresa, defina uma meta do negócio. Em seguida, elabore metas para as áreas de vendas, de marketing, de atendimento e outras que ajudarão a empresa a conquistar a meta global.

2. Ouça a sua equipe

Caso você tenha uma equipe, não deixe de elaborar metas em conjunto com todos os colaboradores. Isso é importante para inclui-los do processo e mostrar que eles fazem parte do alcance da meta, incentivando o seu comprometimento.

Caso você não tenha uma equipe, pode pedir opiniões a pessoas próximas, colegas de profissão e buscar referências do mercado para agregar diferentes perspectivas.

3. Priorize

Seguramente você terá muitas metas para atingir. Talvez elas sigam as boas práticas das metodologias, mas talvez seja impossível atingir todas elas. A dica aqui é saber priorizar e escolher aquelas que são fundamentais para o seu negócio.

 

Agora que você está pronto(a) para definir metas, aproveite para fechar o ano no azul e entrar com pé direito no ano que está chegando. Confira o eBook gratuito Fechando o ano no azul.

Leia mais

Artigo anterior

Ferramentas de automação de marketing para seu e-commerce

Leia mais

Próximo artigo

6 práticas de atendimento ao cliente para encantar!

Deixe seu comentário