Como definir uma proposição de valor para e-commerce

Tempo de Leitura: 3 minutos

Sabe-se que a proposição de valor para e-commerce é extremamente importante para o sucesso do negócio. Vital, inclusive. É de onde deriva o diferencial da loja e a motivação para que os clientes comprem e sejam atraídos pelo que seu negócio oferece. Neste post, você vai descobrir todos os detalhes deste conceito e aprender a elaborá-lo para a sua loja.

O que é a proposição de valor para e-commerce?

Proposição de valor para e-commerce

Caso você já tenha tido contato com o modelo de negócio Canvas – uma ferramenta para esboçar e desenvolver negócios –, já deve ter ouvido falar da proposição de valor, pois este conceito é uma etapa da ferramenta. E se você ainda não ouviu, vamos explicar! É importante lembrar que saber a versão no idioma inglês (value proposition) pode ser útil, caso você decida pesquisar mais sobre o tema.

A proposição de valor para e-commerce é, como o nome sugere, o valor que a loja virtual promete entregar para o seu cliente. Observe que o conceito não trata de produto nem de serviço, mas sim de valor, de benefício, algo subjetivo e fluido que só a sua loja entrega para o cliente, aquilo que é capaz de melhorar a sua rotina ou a sua vida (facilidade para realizar uma ação, tranquilidade em relação à segurança, conveniência, exclusividade etc.).

Por conceito, uma boa proposta de valor deve:

  1. Ser específica e explicar exatamente o valor entregue;
  2. Ter foco na solução de um problema que o seu público enfrenta;
  3. Ser exclusivo, dessa forma constrói-se o diferencial da marca.

Confira alguns exemplos de proposta de valor:

  • Loja Integrada

Crie Sua Loja Virtual Grátis! Sem complicações e sem precisar usar cartão de crédito!

  • WordPress

Empresas, profissionais e blogueiros criam belos sites com a plataforma do WordPress.com

  • Novo Watch

Relógios feitos à mão em Alberta a partir de peças reaproveitadas da história.

O que não é uma proposição de valor para e-commerce?

Para esclarecer ainda mais, visto que já falamos o que é a proposição de valor, é importante destacar o que ela não é, para não restarem dúvidas. Por tanto, não é proposição de valor:

  • O slogan da marca;
  • Frases de efeito;
  • Benefícios que toda marca entrega (ou deveria se preocupar em entregar), por exemplo, atendimento excelente, boas condições de pagamento etc.

Qual é a importância da proposição de valor para e-commerce?

A proposição de valor está diretamente ligada à construção de um diferencial da marca, do seu posicionamento e do conhecimento profundo do seu público – afinal, para entregar um valor, é preciso saber o que é considerado um valor pelo cliente. Além disso, uma proposição de valor para e-commerce definida, levando em conta os problemas enfrentados pelos clientes, tem mais chances de alavancar as vendas, pois vai de encontro exatamente ao que o cliente precisa.

Onde colocar a proposição de valor na sua loja?

Todos os pontos de destaque e/ou de entrada da loja podem ser espaços destinados à proposição de valor para e-commerce. Por exemplo:

  • Home/página inicial;
  • Capas ou descrição de redes sociais;
  • Landing pages;
  • Páginas de categorias;
  • Blog;
  • Newsletter;
  • Página de produtos;
  • Página “Quem somos”.

3 dicas para elaborar uma proposição de valor para e-commerce

Ao elaborar a proposição de valor para e-commerce, considere as dicas abaixo, lembrando que, por conceito, uma boa proposta de valor deve:

1. Ser específica e explicar exatamente o valor entregue

Para isso, seja claro e use o tom de voz da marca. Saber como falar e quais palavras utilizar é ideal para obter clareza e falar uma linguagem próxima do seu público. No texto Qual é o tom de voz da marca no e-commerce, aprofundamos este assunto, explicamos a sua importância e como definir um para a sua marca. Além disso, é importante ser sucinto ao criar a sua proposta de valor para e-commerce. Textos muito longos fazem com que o visitante perca o interesse rápido.

2. Ter foco na solução de um problema que o seu público enfrenta

Para isso, é essencial estudar suas buyer personas e descobrir o que o seu público precisa enfrentar e de que maneira a sua loja pode resolver ou ajudá-lo.

3. Ser exclusivo, dessa forma constrói-se o diferencial da marca

Para isso, pesquise os seus concorrentes e o que eles já estão prometendo como proposta de valor.

Com a proposição de valor para e-commerce criada, o próximo passo é definir o posicionamento da sua loja. Preparado?