Blog da Loja Integrada

Como e por que fazer a correta precificação de produtos para e-commerce

A precificação de produtos para e-commerce é um tema que tira o sossego de muitos lojistas. Por um lado, há a preocupação de satisfazer o cliente e, do outro, a necessidade de lucrar e fazer com que o seu negócio seja sustentável.

A importância da precificação de produtos

São vários os fatores que ilustram a necessidade de planejamento e estudo para realizar uma correta precificação de produtos:

  • Gerar uma boa reputação para a loja, já que produtos muito baratos geram desconfiança em relação à sua qualidade;
  • Não correr o risco de reduzir as vendas;
  • Aumentar o lucro;
  • Estimular a compra e ter um produto atrativo para o cliente;
  • Ser competitivo frente à concorrência;
  • Estipular uma margem de segurança para estar apto a dar descontos nos momentos certos;
  • Garantir que haverá recursos para pagar os custos de produção do produto e de operação da loja.

Quais são os fatores que influenciam a precificação de produtos para e-commerce

Para montar a sua estratégia de precificação, tenha em mente os seguintes fatores:

1. Custos e despesas para produzir a mercadoria

Relacione tudo que foi gasto para a fabricação ou revenda do produto. Desde compra de matéria-prima e contratação de fornecedores até impostos e salários. Dessa forma, você garantirá que não venderá um produto por menos do que ele custa para ser produzido.

2. O preço praticado pela concorrência

Faça um estudo para verificar quanto as lojas concorrentes estão cobrando por um produto como o seu. Dessa forma, você garante um preço competitivo.

3. Público-alvo

A quem o seu produto se destina? É importante avaliar o perfil dessas pessoas, seu poder de consumo, seus hábitos de compra e suas necessidades para garantir que o preço do produto vai de encontro ao que eles estão dispostos a pagar.

4. Valor agregado

Um produto que atende às necessidades de um cliente e/ou resolve um problema para ele é mais valorizado e muda a percepção do que seria barato ou caro. Além disso, produtos com algum diferencial justificam um preço mais alto. Por exemplo, uma embalagem de luxo para uma edição especial de um produto.

5. A margem de lucro desejada

Cuidado para não elaborar uma margem de lucro que torne o preço muito alto e pouco competitivo.

6. Busque o equilíbrio

Entre ter uma boa margem de lucro e ter um preço atrativo para os clientes.

Quais são os tipos de precificação?

Há quatro tipos principais de precificação de produtos para e-commerce. Escolha aquele que combina mais com a sua loja.

É possível ajustar o preço?

Sim. Após estipular a correta precificação do seu produto é importante ter em mente que é possível ajustá-lo. Algumas situações que justificam essa ação são:

  • Reagir a uma ação da concorrência de mudança de preços;
  • Lidar com o aumento dos custos de produção;
  • Lidar com o aumento ou diminuição da demanda;
  • Maximizar a participação de mercado da empresa;
  • Diferenciais criados pela empresa. Por exemplo, aceitação de diferentes formas de pagamento, entrega ágil, variedade de produtos e/ou qualidade de atendimento.

Além desses fatores, uma boa justificativa para ajustar o preço é a realização de ofertas. Saiba mais sobre como e quando oferecer promoções sem gerar prejuízo.

Assine o plano Pró da Loja Integrada
Leia mais

Artigo anterior

Qual é o tom de voz da marca no e-commerce?

Leia mais

Próximo artigo

Conheça tudo sobre o Suporte da Loja Integrada

Deixe seu comentário