Blog da Loja Integrada

FAQ: dúvidas sobre vender em marketplace na Black Friday

O marketplace é uma excelente opção de canal de venda, inclusive para a Black Friday. No entanto, esse cenário pode ser novo para alguns lojistas, o que pode deixá-los com muitas dúvidas. Por isso, o texto de hoje da Série Black Friday 2019 dedica-se a responder às principais questões e dúvidas dos lojistas sobre vender em marketplace na Black Friday. Confira!

FAQ: principais dúvidas sobre marketplace na Black Friday

1. Quais são as vantagens de vender em marketplaces?

As maiores vantagens são:

  • acesso a uma estrutura de vendas já pronta (vitrine, categorização de produtos, divulgação, formas de pagamento, segurança e confiabilidade);
  • acesso a uma plataforma com um volume de acessos maior;
  • acesso a um público que já demonstra alto nível de intenção de compra nos produtos em questão;
  • “pegar carona” no nome de peso dos principais marketplaces do mercado;
  • falando especificamente de Black Friday, o marketplace é uma excelente forma de se destacar e competir lado a lado com os gigantes do mercado durante a data;
  • devido a todas as vantagens listadas acima, a expectativa é um aumento nas vendas.

2. Qual é a forma de cobrança dos marketplaces para lojistas? Custa caro?

Normalmente, eles cobram um percentual de comissão das vendas. O percentual varia de marketplace para marketplace, e o valor final depende do volume de vendas.

3. Do que preciso para começar a vender em marketplace?

Você vai precisar:

  • Ter uma loja formalizada. Ou seja, CNPJ e emissão de Nota Fiscal.
  • Ter um bom volume de produtos em estoque.
  • Ter alguma experiência de vendas online pode ajudar a tratar de assuntos como o pós-venda, prazo de entrega e política de trocas e devoluções.

Mesmo que você não tenha uma loja online, pode vender em marketplace. Basta observar os pontos acima e não vender armas ou perecíveis.

4. Como escolher em qual marketplace vender?

Escolha aqueles que fazem mais sentido para os produtos que você vende e recebem o público que você quer atingir.

5. Quais produtos colocar no marketplace?

O ideal é não colocar todos, especialmente se você também tem outros canais de venda. A concorrência dentro do marketplace pela atenção do cliente é grande. Então, coloque os produtos com mais chances de se destacar, os mais vendidos e aqueles que você já garantiu um bom estoque para vender durante a Black Friday. Afinal, a previsão é que as vendas aumentem bastante.

6. Como precificar em marketplace?

No marketplace, há a questão da comissão. Então, na hora de precificar, avalie os custos do produto, do envio e também da taxa do marketplace. Por fim, verifique se a sua margem de lucro ainda é considerável e se a precificação é competitiva. Afinal, dentro do marketplace, a briga pelo menor preço é grande e, em época de Black Friday, pode ser ainda mais acirrada.

Conheça a Plugg.to

Pode ser trabalhoso conectar-se aos principais marketplaces do mercado. Por isso, nossa sugestão é que você conheça a Plugg.to. A ferramenta “pluga” a sua loja nos principais marketplaces do mercado. Dessa forma, você não precisa conectar marketplace por marketplace. Além disso, oferece:

  • dicas de como enriquecer os produtos e torná-los ainda mais atrativos em cada um dos marketplaces;
  • frete integrado;
  • um painel de controle para monitorar o desempenho das vendas e analisar o resultado de cada marketplace;
  • especialidade no marketplace do Mercado Livre.

Por fim, a plataforma já está conectada com os principais ERPs e plataformas de e-commerce — inclusive com a Loja Integrada — para que haja sincronia entre os pedidos feitos e o estoque da loja. Perfeito para você ter facilidade na instalação, integrar logística com vendas e não correr risco de vender produto fora de estoque. Conheça já a Plugg.to!

Leia mais

Artigo anterior

Correios x transportadora: melhor opção de frete na Black Friday

Leia mais

Próximo artigo

3 apps para lojistas iniciantes na Black Friday

Deixe seu comentário