Blog da Loja Integrada

Google Merchant Center: o que é e como usar?

Pode ser fácil se envolver com os detalhes para ajustar suas configurações do Google Shopping, mas, se você não estiver usando o Google Merchant Center de maneira eficaz, mesmo os anúncios de produtos mais otimizados podem ficar bem atrás na lista de resultados.

Por quê? Bem, sua conta do Google Merchant Center é a plataforma que conecta o seu site de comércio eletrônico ao Google Ads. Inventário, categorias de produtos, descrições… Tudo o que o Google Shopping precisa para exibir seus anúncios para as pessoas certas é extraído diretamente da sua conta do Google Merchant Center.

De fato, gerenciar sua conta do Google Merchant Center é tão importante quanto gerenciar suas palavras-chave e anúncios de texto no Google Ads. Se você dedicar um tempo a essa tarefa, seus anúncios serão excelentes. Por outro lado, fazer isso sem estratégia pode acabar desperdiçando muito dinheiro.

Para ajudá-lo(a), abaixo explicamos o que é o Google Merchant Center, o que ele faz e como usá-lo para criar campanhas incrivelmente eficazes no Google Shopping. Vamos começar!

O que é o Google Merchant Center?

O Google Merchant Center é um painel online único em que as empresas de e-commerce gerenciam como seus produtos aparecem no Google e fazem alterações em suas listagens online, conforme necessário.

O principal objetivo do Google Merchant Center é permitir que as empresas enviem e acompanhem informações do produto — incluindo fotos, classificações de clientes e preços — para serem exibidas nas pesquisas relevantes do Google Shopping. Você também pode enviar informações sobre sua loja de comércio eletrônico, para que o Google retorne os dados mais atualizados.

A plataforma também se integra a outros serviços do gigante das buscas, como o Google My Business, para permitir uma supervisão e controle robustos do marketing e comércio eletrônico baseados no Google.

Quais são os benefícios do Google Merchant Center?

Depois que uma empresa navega com sucesso no processo de configuração, o Google Merchant Center — junto com os serviços vinculados a ele — traz vários benefícios, incluindo:

Aumento de sua visibilidade em pesquisas orgânicas: os compradores que pesquisarem produtos no Google verão as ofertas da empresa em formato de catálogo quando fizerem pesquisas relacionadas ao produto, aumentando a visibilidade do e-commerce;

Integração com o Google Ads: todos os produtos no Google Merchant Center podem ser vinculados a anúncios específicos do Ads de maneira rápida e fácil. As técnicas de remarketing também podem ser implantadas para lembrar os visitantes de produtos visualizados anteriormente;

Suporte do Google Analytics: as lojas virtuais que usam o Analytics para avaliar o tráfego podem adicionar um segmento personalizado especificamente para visitas vindas do Google Merchant Center, o que mantém suas estatísticas separadas de outras origens de tráfego;

Opiniões de produtos online: as análises públicas de produtos são integradas às suas listagens, com suas classificações por estrelas visíveis como parte das listagens. Os produtos de 4,5 e 5 estrelas recebem posicionamento preferencial;

Otimização da jornada de compra: os compradores que clicam nas listagens públicas podem ser levados diretamente para a página do produto dentro da loja virtual, encurtando a jornada de compra;

Integração com a pesquisa local do Google: para um e-commerce que também possui loja física, as listagens podem incluir marcação geográfica que direciona compradores para lojas locais próximas.

Do que você precisa para se registrar no Google Merchant Center

Veja abaixo como você pode configurar sua conta do Google Merchant Center em um simples passo a passo: 

1. Tenha pelo menos uma conta do Google existente. É indicado que você utilize a mesma conta que está logada no Google Ads. Dessa forma, você somente precisará acompanhar um e-mail do Google para todos os seus serviços.

2. Clique aqui para acessar a página do Google Merchante Center. Feito isso, clique em “Primeiros passos” para começar a configurar sua conta. Depois que sua conta do Merchant Center for criada, você pode conectá-la à sua conta do Ads. Navegue até o menu suspenso no canto superior direito da página, clicando nos três pontos e depois clique em “Linkar conta”.

3. A próxima etapa será verificar seu site no Google Merchant Center. Isso é feito para que o Google tenha certeza de que você é mesmo o proprietário do site que está tentando anunciar. Vá até a guia “Informações da empresa” na coluna à esquerda e selecione “Site”. Se você já verificou seu site pelo Google Ads usando esta conta de e-mail, não precisará se preocupar com esta etapa.

4. As configurações de envio podem exigir um pouco mais de trabalho com base na complexidade de suas regras de frete. O Google não permite a execução de nenhuma campanha do Shopping até você adicionar essas informações. Clique em “Entregas e devoluções” na navegação à esquerda. Você precisará dos locais, pesos e preços das diferentes opções de remessa que você oferece. Se você oferecer frete grátis, selecione Taxa Fixa e insira R$ 0,00 para o preço.

5. Agora é a hora de colocar seus produtos no Google Merchant Center. Isso pode ser feito de várias maneiras diferentes, mas, para configurar o feed do produto, você deve clicar em “Produtos” no menu de navegação esquerdo e depois em “Feeds”. Dados completos do produto, incluindo preços, disponibilidade e informações de remessa, devem ser carregados em um formato que o Google possa aceitar, como arquivos TXT ou XML derivados de planilhas do Excel. Em alguns casos, também é possível importar dados do produto de uma plataforma de comércio eletrônico existente.

Para aproveitar as oportunidades de negócios oferecidas pelo Google Shopping, o e-commerce precisa acessar o Google Merchant Center. Essa interface permite importar os dados do catálogo de produtos diretamente para o Google Shopping e gerenciar o fluxo de produtos em tempo real.

Agora que você sabe como usar o Google Merchant Center, assine nossa newsletter para receber muito mais dicas de como otimizar a venda do seu e-commerce!

Leia mais

Artigo anterior

JUNTOS Loja Integrada: conheça nosso primeiro evento

Leia mais

Próximo artigo

O e-mail marketing morreu? Descubra por que ele ainda é útil para seu negócio

Deixe seu comentário