Blog da Loja Integrada
gui estratégico para sua empresa

Guia para sua estratégia de marketing de conteúdo 2019

Começo do ano, agora é o momento perfeito para criar uma estratégia de marketing de conteúdo para guiar suas ações em 2019, trazendo para a empresa todos os benefícios de um bom conjunto de informações. 

Para isso, é importante que seu conteúdo seja definido de acordo com as etapas da jornada de compra do cliente e alinhado com os objetivos de marketing definidos pela empresa. É hora de agregar valor à sua marca e nutrir os seus clientes — atuais e futuros!

O que é preciso para montar a estratégia de marketing de conteúdo?

Antes de tudo, você precisa observar dois itens: O plano de marketing e o calendário de 2019.

1. O plano de marketing da empresa

Isso é crucial para garantir que a estratégia de marketing de conteúdo esteja alinhada com os objetivos gerais de marketing do seu negócio. Dessa forma, ambos caminharão juntos para atingir os melhores resultados. No dia 19 de Fevereiro, a Loja Integrada e a Xtech farão um evento focado em Planejamento e será transmitido ao vivo, então se você quiser assistir basta se inscrever nesse link aqui.

2. O calendário de 2019

Verifique quais são as datas comemorativas de cada mês bem como quais são as datas importantes e relevantes para o mercado em que a empresa atua. Assim, você poderá definir quando e como preparar um conteúdo temático ou sazonal para a sua loja virtual.

O que o marketing de conteúdo envolve?

O marketing de conteúdo é bastante amplo. Há muitas possibilidades de conteúdos que podem ser trabalhados. Alguns exemplos são:

• Blog post;
• Social post (publicação em redes sociais);
• E-mail marketing;
• Imagem;
• Vídeo;
• Podcast;
• Webinar;
• Infográfico

Como montar a sua estratégia para 2019?

Para ajudá-lo(a) nesta missão, elaboramos um passo a passo com tudo que você precisa considerar. Confira abaixo.

1. Definição de objetivos

Com o plano de marketing da empresa em mãos, defina os objetivos que você deseja atingir com sua estratégia de conteúdo. Lembre-se de que é importante que seus objetivos sigam a metodologia SMART (ou outra similar). Isto significa que devem ser Específicos, Mensuráveis, Atingíveis, Relevantes e Temporais.

Para mais informações sobre a metodologia SMART, leia o texto Como definir metas de 2019 para o seu negócio virtual. Alguns exemplos de objetivos de marketing de conteúdo são:

• Atrair 25% mais visitantes para o blog em 2019;
• Aumentar em 15% a taxa de abertura das campanhas de e-mail marketing;
• Aumentar o engajamento das redes sociais em 65%.

2. Escolha de canais

Para escolher os canais mais apropriados para aplicar a sua estratégia de marketing de conteúdo, é preciso avaliar dois itens:

2.1 O seu público

A dica é mergulhar no estudo de buyer persona para entender o formato de conteúdo que seu público prefere consumir.

2.2 A quantidade e complexidade do conteúdo que você quer criar

Se você quer passar muita informação complexa, por exemplo, talvez o vídeo, o webinar ou o blog post sejam mais adequados. Já para mensagens mais curtas e simples, o post em redes sociais pode ser ideal.

3. Responsável por executar a estratégia de marketing de conteúdo criada

O ideal é contratar um profissional dedicado a esta função. No entanto, sabemos que muitos empreendedores trabalham sozinhos e/ou não têm como investir numa contratação no momento. Neste caso algumas alternativas são:

3.1 Contratar um freelancer

Há algumas plataformas no mercado que ajudam você a se conectar com freelancers de todas as áreas: redatores, designers, revisores, gestores, publicitários etc. Assim, você pode encontrar alguém com experiência para executar a sua estratégia de marketing de conteúdo.

3.2 Fazer você mesmo(a)

Também é uma opção, mas você precisará se dedicar a aprender as técnicas de criação de conteúdo, estratégias de SEO, edição de vídeos e imagens, entre outros. Além disso, é importante reservar algumas horas do seu dia exclusivamente para planejar, criar, publicar e medir os conteúdos.

8 dicas práticas para a sua estratégia de marketing de conteúdo 2019

Agora que você já definiu objetivos, canais e responsáveis por executar a sua estratégia de marketing de conteúdo, é hora de ver algumas dicas para por a mão na massa e conseguir os melhores resultados.

1. Não deixe de fazer um estudo de tom de voz

Apesar de muito importante para os estrategistas de conteúdo, o estudo do tom de voz, às vezes, acaba sendo negligenciado. No entanto, ele é importante, pois influencia muito a forma como o conteúdo é abordado.

Ele é capaz de fazer com que o usuário se identifique e tenha a sensação de que está conversando com um amigo, um colega ou um mentor. Isso vai encorajá-lo a continuar consumindo conteúdos daquela marca.

Saiba mais sobre o tema no texto Qual é o tom de voz da marca no e-commerce?

2. Segmentação

O conteúdo segmentado tem mais chances de sucesso, porque aborda temas relevantes para o cliente, usa uma linguagem com a qual ele se identifica e é apresentado no momento certo. Em outras palavras, o conteúdo fala o que o visitante precisa ouvir no momento da jornada de compra em que ele se encontra, para que ele continue avançando no funil de vendas até efetuar a conversão. 

Saiba mais sobre o tema no texto Conheça o poder do conteúdo segmentado e personalizado.

3. Seja transparente

A Internet, especialmente as redes sociais, está repleta de relatos felizes e bem-sucedidos. No entanto, sabemos que a vida real não é sempre assim. Os usuários sentem falta de ver autenticidade na Internet, e é por isso que conteúdos transparentes chamam a atenção naturalmente.

Não estamos dizendo para postar situações tristes ou algo do tipo, mas passar a verdade da empresa para os seus leitores. Por exemplo, não mentir, não postar conteúdos forçados, não publicar click-baits (títulos ou links que prometem algo falso somente para ganhar um clique) etc. Em vez disso, falar dos bastidores e do dia a dia da empresa são algumas dicas de conteúdos que podem ser produzidos e fazer muito sucesso.

4. Incentive a interação

Além de criar o conteúdo, encoraje o seu usuário a fazer parte de tudo isso. Não só peça comentários ao final de um blog post ou nas redes sociais, mas vá atrás da história deles, inclua-as nos seus conteúdos, compartilhe seus posts usando os produtos nas redes sociais, crie desafios e enquetes para eles participarem etc.

5. Fique de olho nos influenciadores digitais

Sempre mencionamos os influencers como uma forma de parceria que pode trazer bons frutos para a empresa. No entanto, além disso, eles são uma excelente fonte de inspiração. Eles são mestres na produção de conteúdo e estão sempre atualizados. Vale a pena acompanhar o que eles fazem.

6. Integre seus canais

Não poste o mesmo conteúdo em todas as redes sociais, nem faça com que redes sociais e e-mail marketing sirvam somente para replicar o conteúdo postado no blog, por exemplo.

Crie uma estratégia para cada canal e faça com que se complementem, de forma que o conteúdo seja rico e diverso.

7. Inspire-se e capacite-se

Além do conteúdo de influenciadores digitais, esteja sempre antenado a informações interessantes entregues por diferentes empresas, ainda que elas não façam parte do seu mercado. Tudo pode ser útil, servindo de inspiração para a sua estratégia de marketing de conteúdo.

Além disso, esteja sempre atualizado(a), participando de eventos, consumindo materiais enriquecedores, especializando-se na sua área, ampliando seu network etc.

8. Não perca o timing

Além de ter um calendário de conteúdo, como indicamos acima, é interessante ficar atento(a) a tudo que é novo e relevante para o seu público para sempre postar tendências, novidades e conteúdo fresco. Ou seja, aproveitar o fato de um tema estar sendo muito falado, para abordá-lo e pegar carona na divulgação.

Gostou deste texto? Continue se aprofundando no tema com o texto Como produzir conteúdo para sua loja virtual, escrito pelo André Siqueira, Head de Conteúdo da Resultados Digitais a convite da Loja Integrada.

Leia mais

Artigo anterior

Como criar uma loja virtual para pets [e-commerce prático]

Leia mais

Próximo artigo

Como um bom logo pode ajudar facilmente seu e-commerce a vender mais?

Deixe seu comentário