Blog da Loja Integrada

Internautas brasileiros estão entre os que mais compartilham conteúdo nas redes sociais

Ótima oportunidade para melhorar as redes sociais da sua loja. A maior empresa de pesquisas online do mundo realizou uma pesquisa com 6500 internautas de 16 países. Confira os resultados! 

A maior empresa de pesquisas online do mundo: SurveyMonkey, em parceria com a Social@Ogilvy, estrategista multinacional em mídias sociais, realizou uma pesquisa com 6500 internautas de 16 países. Segundo esse estudo, 71% dos brasileiros tem hábito de compartilhar conteúdo que veem nas redes sociais, perdendo apenas para China (80%) e Hong Kong (73%) e empatando com o México. Os países que menos compartilham nas redes sociais são Japão (6%), Estados Unidos (15%) e Alemanha (21%).

O Brasil é o país onde os internautas gastam mais tempo conectados nas redes sociais, com uma média de 13,8 horas, seguido da Rússia, com 10,8 horas, e da Argentina, com 10,2. Destes internautas brasileiros, 41% compartilham conteúdo com o intuito de promoverem alguma causa, e 21%, para manterem contato com as pessoas.

Os motivos pelos quais os brasileiros compartilham são diferentes, muda de acordo com a faixa etária. Levando em conta pessoas com até 40 anos, 18% acreditam que os conteúdos compartilhados ajudam a definir suas personalidades, enquanto apenas 5% de pessoas com mais de 40 anos acreditam nessa hipótese. 34% dos entrevistados maiores de 40 anos compartilham conteúdo para manter contato com as pessoas, enquanto apenas 15% das pessoas abaixo desta faixa etária fazem tal afirmação. 28% deste grupo mais jovem se sente mais criativo, enquanto 55% de quem têm 40 anos ou mais declara sentir-se útil ao compartilhar algum tema.

Conteúdos divertidos são compartilhados por 40% dos brasileiros entre 18 e 29, enquanto 59% de quem têm 40 anos ou mais prefere replicar temas de caráter mais informativo nas redes sociais.

A pesquisa avaliou também, segundo os internautas, quais são os pontos que a marca deve considerar para ter sucesso nas redes sociais. São eles: não focar em tornar-se viral; fazer com que seu conteúdo seja realmente relevante e manter-se fiel ao DNA da marca.

Além disso, os internautas disseram que ofertas são vistas como as principais impulsionadoras para que as pessoas sigam marcas. Um terço dos entrevistados diz que segue marcas nas redes sociais para saber mais sobre produtos, ofertas ou notícias, com destaque para a Indonésia (53%), seguida por Rússia (51%), Cingapura (46%), Brasil (43%) e Turquia (40%).

Essa pesquisa é uma ótima oportunidade para você melhorar as redes sociais da sua loja de acordo com seu público alvo. Dessa forma, você consegue enxergar melhor seus interesses e ainda atrair novos clientes.

 

Leia mais

Artigo anterior

Pequenas e médias lojas virtuais podem triplicar faturamento com e-commerce até 2016

Leia mais

Próximo artigo

Segmento de Moda e Acessório ultrapassa, pela primeira vez, o de Cultura nos sites de comércio eletrônico

Deixe seu comentário