Blog da Loja Integrada
loja física ou virtual

Loja física ou virtual: qual opção é mais vantajosa?

Vender produtos é uma boa oportunidade para quem deseja ter um negócio próprio e com perspectivas de crescimento. Ainda que a economia, no país, não esteja em sua melhor fase, uma coisa é certa: o brasileiro adora comprar. Mas o que será mais vantajoso: ter uma loja física ou virtual?

Bem, para começar respondendo a essa pergunta, é necessário que façamos uma breve retrospectiva sobre a mudança do nosso comportamento de compras. Você se lembra de como fazíamos quando a internet ainda não era tão acessível?

Íamos em várias lojas pessoalmente para comparar preços e marcas. Hoje, fazemos isso tudo por um computador ou smartphone, com poucos cliques. 

A consequência é que, a cada ano, os e-commerces se desenvolvem e se tornam mais maduros. Segundo a pesquisa Webshoppers 39, realizada pela Ebit, houve um crescimento nesse setor de 12% em 2018. Além disso, a estimativa é que o comércio eletrônico apresente um faturamento de R$61,2 bilhões em vendas de bens.

Quer mais detalhes para fazer sua escolha com mais confiança? Então, acompanhe as próximas linhas!

Qual o cenário do comércio atual no Brasil?

Seguindo a análise que iniciamos na introdução, ainda de acordo com o levantamento da Ebit, o ano de 2018 registrou um número de 128 milhões de pedidos, revelando um bom aumento em relação aos anos anteriores. 

Outro destaque observado foi o crescimento da escolha com relação ao pagamento à vista, tido como uma saída para as classes com menor poder financeiro, representando 54,2% de todas as compras. 

Com relação às categorias que conseguiram os maiores número de pedidos, temos ainda que:

  • perfumaria e cosméticos: tiveram um aumento de 112%;
  • modas e acessórios: tiveram um aumento de 59;
  • esportes e lazer: tiveram um aumento de 40%.

Em contrapartida, o varejo físico não está em seus melhores dias. O levantamento do IBGE mostra que houve uma queda de 0,1% no mês de maio. Além da economia, a incerteza do mercado de trabalho, com contratos informais, colabora para esse resultado.

Quais as opções de nichos disponíveis?

Apesar de termos apresentado 3 nichos de e-commerce que cresceram bastante em 2018, há diversas opções disponíveis, para quem pretende empreender online. Todas são boas oportunidades, bastando ter estratégias diferenciadas:

  • moda:
  • beleza;
  • alimentação saudável;
  • doces;
  • decoração;
  • pet shop;
  • games;
  • eletrônicos;
  • bebidas;
  • livros;
  • acessórios automotivos etc.

Em quais pontos as lojas físicas e virtuais se assemelham?

Apesar de ambientes distintos, podemos encontrar certas semelhanças em cada investimento. Confira!

Atenção ao consumidor

Em loja física ou virtual, é primordial ter atenção com relação ao atendimento a clientes, questão que influencia bastante nas fidelizações. A única diferença será com relação ao canal utilizado. E-commerces podem dispor de bom atendimento, por meio da de chatbots, chats online e WhatsApp, por exemplo. 

É importante ter em mente que a atenção deve ser dada não só durante, mas também após as compras.

Estoque

Os dois tipos de negócios precisam de um local de armazenagem, a fim de guardar as mercadorias que serão vendidas. A diferença é que quem trabalha com lojas virtuais, muitas vezes começa com um depósito mais informal, como a de uma sala disponível em casa. O mais importante é cuidar para não haver rupturas no estoque.

Segurança

Uma loja física ou virtual precisa de segurança. Enquanto o comércio físico necessita ter cuidado com questões corriqueiras, como assaltos, um e-commerce precisa cuidar para não sofrer ataques hackers nem expor os dados pessoais e bancários dos consumidores.

Em quais pontos as lojas físicas e virtuais se diferenciam?

As diferenças são várias, mas podemos citar as seguintes como as principais:

Investimento financeiro

Um ambiente físico exige muito mais despesas pelo aluguel do espaço em um local privilegiado, impostos mais altos e pagamentos de direitos dos seus funcionários, como salários, horas extras e férias. E-commerces não precisam de uma equipe tão grande. É possível atuar a distância e, muitas vezes, com apenas um ou dois ajudantes.

Disponibilidade e funcionamento

Uma loja física segue os horários de funcionamento comercial. Tem horário para abrir, fechar e, ainda, atende apenas a população local. Uma loja online, além de ficar disponível 24h e 7 dias por semana, tem um alcance grande, comercializando para regiões distantes também.

Quais as características das lojas físicas?

Lojas físicas têm suas vantagens e desvantagens. Acompanhe!

Aquisição instantânea

Uma das maiores vantagens de comprar assim é o fato de o consumidor poder levar o produto para casa na mesma hora. Essa aquisição também proporciona mais segurança, já que ele tem a capacidade de analisar e experimentar o produto pessoalmente.

Sem custos de frete

Não ter custos com frete é outra vantagem, já que não é necessário enviar a mercadoria para outro local. No entanto, se formos avaliar os gastos com combustível que o cliente tem ao se dirigir à loja, não necessariamente esse fato se torna um ponto positivo.  

Pouco alcance

Como mencionamos, uma das peculiaridades de uma loja física é o fato de restringir a captação de clientes, que muitas vezes são apenas aqueles dos bairros próximos. Com isso, há menos chances de a marca ganhar autoridade.

Quais as características das lojas virtuais?

Os e-commerces também têm suas peculiaridades, como veremos a seguir:

Comodidade

Falamos na introdução sobre a mudança no comportamento de compras. Poder pesquisar os produtos e adquiri-los, sem precisar sair de casa, traz muito mais conforto para o consumidor. Com a correria do dia a dia e a facilidade que a tecnologia nos traz, essa prática só tende a se estabilizar cada vez mais.

Alcance maior

Já mencionamos, também, a possibilidade de atingir mais consumidores. Uma das grandes vantagens é conseguir vender em qualquer horário do dia, ainda que para alguém em outro estado. Isso aumenta a oportunidade de construir a autoridade da empresa.

Experiência de compra

Talvez uma desvantagem na aquisição online seja o fato de o consumidor não poder avaliar de perto a mercadoria e ter de confiar nas fotos e descrições. No entanto, com boas estratégias é possível barrar isso, fazendo com que a experiência de compra seja mais satisfatória.

Relatórios do desempenho

Outro ponto a favor do e-commerces é a facilidade para avaliar as ações implementadas. Contamos, hoje, com diversas ferramentas de automação, além das que entregam relatórios sobre o comportamento do usuário, métricas e outras análises necessárias. Com isso, você terá um material completo para otimizar futuras estratégias.

Conseguiu tirar suas dúvidas sobre ter uma loja física ou virtual? Você deve ter percebido que ter um empreendimento na internet é mais vantajoso do que investir tempo e dinheiro em um estabelecimento físico.

Não se esqueça de, sempre, ter muita atenção com o consumidor e cuidar da gestão de todas as etapas do empreendimento, como a de planejamento e, depois, a de fluxo de caixa.

Que tal se inspirar em uma história, lendo o case de sucesso da loja Cão Bandido? É só clicar!

Leia mais
funil de vendas online

Artigo anterior

Funil de vendas online: veja como ele pode impulsionar seu e-commerce

Leia mais
plataforma de e-commerce

Próximo artigo

Qual a melhor plataforma de e-commerce para o meu negócio?

Deixe seu comentário