Blog da Loja Integrada

Loja Integrada está atenta às novas regras do e-commerce

Anunciada nesta terça-feira (14), a determinação do Código de Defesa do consumidor traz uma série de alterações na forma de expor as informações da empresa e dos produtos em lojas virtuais. A medida protege o comprador, mas causa receio em pequenas lojas virtuais, que alegam aumento de gastos e falta de conhecimento sobre as regras. Uma alternativa são as plataformas que oferecem hospedagem para lojas virtuais e contam com programação, tornando a mudança mais prática.

No caso da Loja Integrada, plataforma recém-lançada que oferece serviços gratuitos e hospeda mais de 4 mil lojas, a tecnologia foi adaptada para exibir automaticamente as informações. “Já atendemos todas as regras, como espaço para características do produto, preço em destaque, disponibilidade em estoque, prazo de entrega e espaço para criar uma política de troca, entre outras”, explica Adriano Caetano, diretor da Loja Integrada. “As plataformas trazem agilidade para se adaptar às mudanças do comércio virtual, apoiando o micro e pequeno empreendedor na gestão do negócio”, completa Caetano.

Sobre o decreto

O decreto 7.962 apresenta regras mais rígidas para empreendedores que vendem seus produtos por meio de lojas virtuais. Entre as principais exigências, todo site deverá exibir em local visível o CNPJ da empresa ou CPF do responsável, bem como endereço físico da loja ou e-mail para contato. As alterações afetam também a maneira que a loja deve expor o produto, tornando-se obrigatório apresentar descrição das características e disponibilidade dos itens.

Leia mais

Artigo anterior

Lançamento oficial da Loja Integrada para o mercado

Leia mais

Próximo artigo

Cases de Sucesso: Loja AEROCAST Brasil

Deixe seu comentário