Blog da Loja Integrada

Mercado de moda no e-commerce: das passarelas para sua tela

De 22 a 26 de abril acontece a 45ª edição da SPFW (São Paulo Fashion Week). O evento traz as tendências para a próxima estação, com muito estilo e vários desfiles. Além disso, é responsável por aquecer ainda mais a indústria da moda, que é uma das que mais movimenta o mercado online. No texto de hoje, vamos mergulhar no mercado de moda no e-commerce.

O mercado de moda

Segundo a ABIT (Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecções), dados do setor atualizados em dezembro de 2017 apontam que a indústria vive momentos promissores. Confira alguns deles abaixo.

  • O faturamento da cadeia têxtil e de confecção no Brasil foi de US$ 45 bilhões em 2017 e US$ 39,3 bilhões em 2016, representando uma taxa de crescimento de 14,5%;
  • Foram investidos na indústria têxtil e de confecção R$ 1,9 milhão em 2017 e R$ 1,67 milhão em 2016, representando uma taxa de crescimento de 13,7%;
  • O quarto maior parque produtivo de confecção do mundo é o brasileiro;
  • O quinto maior produtor têxtil do mundo é o Brasil;
  • O segundo maior produtor e terceiro maior consumidor de denim do mundo é o Brasil;
  • O Brasil é o quarto maior produtor de malhas do mundo;
  • A indústria têxtil e de confecções representa 16,7% dos empregos e 5,7% do faturamento da Indústria de Transformação;
  • A moda brasileira está entre as cinco maiores Semanas de Moda do mundo.

São Paulo Fashion Week

Ao lado de Nova York, Paris, Milão e Londres, São Paulo oferece, desde 1995, uma semana de moda badalada. A mais importante de seu continente, a SPFW apresenta o trabalho de estilistas e modelos brasileiros, ganhando visibilidade internacional. Atualmente, o evento é coberto por veículos como Vogue, Elle, Cosmopolitan e muito mais. Já passaram pelas passarelas do evento as modelos Naomi Campbell, Kate Moss e Gisele Büdchen bem como os estilistas Ronaldo Fraga, Alexandre Herchcovitch e Reinaldo Lourenço. Além disso, o evento ganha a atenção de diversos digital influencers. A São Paulo Fashion Week é responsável por trazer a atenção dos consumidores para a moda e suas tendências. Nesse período, as lojas devem ficar de olho no que acontece por lá para pautar as suas vitrines e entregar os produtos que os consumidores buscarão.

A presença do mercado de moda no e-commerce

Se a ideia é ficar de olho na São Paulo Fashion Week para estar a par das tendências e oferecê-las em sua loja, não há um modelo de negócio que sirva melhor para este fim do que o e-commerce. Sua característica de ser virtual permite uma velocidade muito maior para se atualizar e se renovar – além de transpor barreiras geográficas e estar visível para pessoas do Brasil (e do mundo) todo.

Este deve ser um dos motivos pelos quais o mercado de moda no e-commerce deu tão certo. Nas edições do WebShoppers da Ebit, é comum ver a indústria de moda e acessórios figurando nas primeiras posições dos rankings de categorias com melhor performance. Na edição mais recente (36ª edição), a indústria de moda e acessórios está na 1ª posição em volume de pedidos, na 6ª em volume de faturamento, e em 1º no ranking de volume de pedidos pelo m-commerce.

Como se sobressair no mercado de moda no e-commerce

Para quem quer fazer parte do crescimento pelo qual este setor está passando, as dicas são:

1. Aprimorar a experiência de compra do cliente

Como a sua, há diversas lojas vendendo produtos de moda com preços e condições parecidos. O que mais pode ser feito para oferecer uma experiência de compra incrível para o cliente? Um exemplo são as lojas que fazem parceria com digital influencers ou que oferecem uma consultoria pocket (em versão mais compacta) para quem está comprando.

2. Descubra nichos

Moda não é só coisa de mulher. Esse mercado está cada vez mais inchado e a solução para se destacar pode ser olhar para a moda masculina, por exemplo, que ganha cada vez mais espaço.

3. Mobile

Como vimos, a demanda por compras via dispositivos móveis é crescente. Não fique de fora dessa e garanta um site responsivo, além de uma excelente experiência de compra via mobile para o cliente.

Gostou de ler mais sobre o mercado de moda no e-commerce? Continue pesquisando sobre o tema com o case da loja Villa Noiva – que encontrou nos casamentos civis um nicho para o mercado de moda no e-commerce – e da CutiCutiBaby, que foca na moda infantil.

Leia mais

Artigo anterior

Passo a passo: recuperar carrinhos abandonados no e-commerce

Leia mais

Próximo artigo

Shopping on Instagram: entenda e saiba como usar na sua loja virtual

Deixe seu comentário