Vender na internet em 2022 é uma ótima forma de empreender e ter bons resultados no mundo de ecommerce. Confira o que você pode vender online.

Com a ascensão dos meios digitais, principalmente durante a pandemia, vender na internet em 2022 pode ser um negócio altamente lucrativo. Hoje em dia, os consumidores costumam procurar o que precisam no mundo online, seja pelas redes sociais ou pelos mecanismos de busca, como o Google.

De acordo com a pesquisa Market Review: tendências do e-commerce para 2022, da Opinion Box e Bornlogic, a frequência de compra online aumentou 71% no últimos 12 meses a partir de setembro de 2021, e 49% dos entrevistados pretendem comprar mais por internet em 2022. Por isso, as expectativas para o próximo ano são animadoras.

Mas a dúvida agora é saber quais produtos escolher para vender na internet em 2022. Por isso, preparamos dicas de como selecionar seus produtos e uma lista com alguns dos que estão em alta. Confira!

Como escolher os melhores produtos para vender na internet em 2022

Não existe uma fórmula mágica sobre o que escolher para vender na sua loja virtual. Afinal, são diversos tipos de perfil de ecommerce, de público e de canais de venda. E os bons resultados dependem de diversos fatores como estudo de mercado, qualidade do produto, atendimento, formas de divulgação, planejamento etc.

Mas alguns fatores devem ser estudados de acordo com o seu tipo de ecommerce:

  • Concorrência: analise os concorrentes e verifique se os produtos que você pretende vender já não estão saturados no mercado. Também é uma boa oportunidade para achar um nicho;
  • Peso: se o produto for pesado, o valor do frete poderá ser alto. É importante levar isso em consideração;
  • Volume cúbico: mercadorias menores ocupam menos espaço no seu estoque e também possuem um frete mais barato;
  • Valor agregado: itens com valor agregado e ticket médio alto ajudam a aumentar o faturamento do seu ecommerce;
  • Frequência de compra: oferecer itens que os consumidores façam compras recorrentes pode ser uma boa estratégia; 
  • Competitividade: reflita como criar um diferencial para o seu produto: no atendimento, na experiência de compra, nas causas e valores da marca etc.

É claro que tudo isso vai depender do tipo do seu negócio. Por exemplo, se você quer apostar no mercado de Casa e Decoração — que está em alta — e vender móveis, o peso e o volume podem ser altos, mas você pode investir em um nicho específico ou em um diferencial competitivo.

7 sugestões de produtos para vender na internet em 2022 

Confira nossa lista com algumas sugestões que devem continuar sendo tendência no próximo ano.

1. Quadros e itens decorativos

A mudança de hábitos do consumidor e as restrições sociais que o fizeram ficar mais em casa nos últimos anos transformaram a visão do lar. Por isso, muitos buscaram torná-lo um ambiente mais agradável e confortável, fazendo com que os itens de decoração estivessem na lista dos mais vendidos. >> Confira 10 itens de decoração para vender online em 2022

2. Produtos de informática

Mais um reflexo da mudança de hábitos causada pela pandemia, a venda de produtos de informática aumentou bastante em 2021 e deve continuar sendo uma forte tendência em 2022.Com o trabalho remoto, empresas, colaboradores e até estudantes precisaram investir nesses itens para conseguir continuar exercendo suas atividades de casa. De acordo com artigo publicado pela TechTudo, houve um aumento de 17% nas vendas de computadores no varejo no primeiro trimestre de 2021, mesmo com a alta dos preços.

3. Camisetas

As camisetas (ou T-shirts) são itens que nunca saem de moda. Sua versatilidade faz com estejam entre os campeões de vendas em lojas físicas e virtuais. De acordo com dados da pesquisa da IDC com a Infobip de julho de 2021, mais de 76% dos produtos comprados online são da categoria Moda/Vestuário/Calçados.Você pode revender peças prontas de fabricantes ou até mesmo ter sua própria produção com a impressão de logos, ilustrações atrativas ou frases populares.Também é uma boa oportunidade para explorar nichos como camisetas geeks (com estampas de séries, filmes, desenhos etc.), moda agênero e acessórios como broches, lenços etc.

4. Livros

A venda de livros nunca esteve em baixa. Seja para estudar ou como hobby, grande parte do conhecimento ainda é transmitido dessa forma. Com a criação de livros digitais, os eBooks, isso passou a ser ainda mais eficaz, pois é possível divulgar conteúdos de forma mais abrangente, rápida e barata. Ou seja, são diversas opções de venda nesta área: impressos, digitais, edições de colecionador e até a venda de livros usados em sebos.

5. Acessórios para celular

No mundo atual, as pessoas passaram a usar ainda mais o celular para se comunicar com familiares, amigos e até para fazer cursos, tratar de negócios, marcar consultas, fazer compras etc. Tudo hoje em dia está ao alcance de um celular.Isso sem falar na alta das redes sociais, usadas tanto para entretenimento, quanto para interações, notícias, pesquisa e compras.

Por isso, os equipamentos para celulares se tornaram ainda mais úteis. Capinhas, tripés, microfones, caixas de som, anéis de luz e kits para lentes são itens que podem valer a pena vender.

6. Produtos para pets

O setor vem apresentando grande crescimento, pois muitas pessoas adquiriram pets nos últimos anos de isolamento social e passaram a considerar seus animais de estimação como parte da família, buscando os melhores produtos e serviços para eles.

De acordo com a pesquisa Radar Pet 2021 da Comac (Comissão Animais de Companhia), 31% dos respondentes adquiriram pelo menos um cão durante a pandemia e 50% adquiriram pelo menos um gato.Segundo dados publicados pelo IPB (Instituto Pet Brasil), o faturamento do setor pet nacional cresceu 17,8% em 2020, mantendo o Brasil no top 10 do ranking mundial da área.São vários os produtos que você pode vender na internet em 2022:

  • Tapete higiênico
  • Fonte para gatos
  • Comedouros
  • Luvas que removem pelos
  • Rações
  • Petiscos
  • Arranhadores para gatos
  • Mordedores para cachorros
  • Bolinhas de borracha
  • Brinquedos
  • Graminha para gatos
  • Shampoos e condicionadores
  • Perfumes e loções
  • Coleiras
  • Guias
  • Lacinhos
  • Roupas

7. Produtos alimentícios naturais e fitness

Os produtos naturais e suplementos são muito procurados para quem busca um estilo de vida diferenciado e mais saudável. Dados publicados em um artigo da ABRAS (Associação Brasileira de Supermercados) mostraram que 79% dos consumidores priorizam alimentos naturais, 75% preferem aqueles com menor teor de gordura e 70% priorizam os com menor teor de açúcar.

Além disso, há uma crescente preocupação com o meio ambiente e a origem dos alimentos, fazendo com que marcas que não fazem testes em animais, reciclem suas embalagens ou tenham uma cadeia de produção sustentável, por exemplo, ganhem destaque. Por isso, vale a pena conferir mais sobre o marketing de causa.

Outros nichos de mercado

Citamos acima alguns dos principais nichos de mercado que estão em alta e devem continuar crescendo ainda mais. No entanto, é importante buscar dados sobre outros segmentos que estejam alinhados com o seu perfil empreendedor e seus interesses. 

Temos um post bem completo que pode te interessar: O que é ecommerce de nicho e como escolher o seu?


administrator

Comunicóloga, especialista em marketing digital, que descobriu no ecommerce um mundo a ser explorado!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *