Blog da Loja Integrada

Saiba como indexar site no Google usando o Search Console

Uma dúvida comum em quem pensa em criar um site é sobre como fazer para que ele seja encontrado com facilidade na internet. Afinal, essa é a porta de entrada de muitas pessoas que podem se transformar em futuros clientes. Por isso, saber como indexar o site no Google é essencial para fazer com que ele apareça nos resultados de pesquisas.

O Google oferece uma série de ferramentas necessárias para acompanhar os detalhes do que acontece em cada página de um site. Uma delas é o Search Console, que antes se chamava Webmaster Tools e, hoje, é utilizado para gerenciar a indexação das páginas do site, além de oferecer outras funcionalidades. Para que você saiba como utilizar esse recurso, fizemos este post em que vamos mostrar:

  • O que é Search Console?
  • Como indexar site no Google pelo Search Console?

Vamos lá? Boa leitura!

O que é Search Console?

O Search Console é uma ferramenta gratuita, desenvolvida pelo Google e utilizada para gerenciar as páginas do site nos resultados de pesquisas. Por meio dela é possível incluir domínios completos ou URLs de páginas para a indexação, verificar se há algum problema com relação ao rastreamento e acompanhar o que acontece com as páginas rastreadas.

O processo de publicação das páginas no resultado de buscas passa por três fases específicas. Na primeira, que é executada pelo Googlebot, é feito o rastreamento das páginas adicionadas ou atualizadas no buscador. A seguir, é feita a indexação desse conteúdo, na qual há a passagem de um algoritmo que faz uma avaliação detalhada em uma série de elementos da página.

Por fim, há a publicação do resultado conforme a busca realizada pelos usuários e de acordo com a indexação realizada na etapa anterior. O Search Console permite a inclusão de um site completo ou de apenas de uma URL específica. Por isso, é útil para diversos tipos de negócios e públicos, como para quem precisa divulgar uma loja virtual ou para quem deseja criar um blog e indexar as postagens no Google. 

Como indexar site no Google pelo Search Console?

Em uma estratégia de Marketing Digital, ter uma boa colocação nos resultados de buscas é extremamente importante. Para isso, é preciso informar ao Google as páginas que serão indexadas. Vale dizer que não é necessário criar uma conta no Search Console para indexar um site ou uma URL. Entretanto, é preciso ter um email no Google.

O próximo passo é acessar a página de configuração do Search Console, disponível nesse link, no qual será exibido a tela abaixo, caso não exista nenhuma propriedade vinculada ao email utilizado.

Existem duas possibilidades de registrar o site no Search Console. Na primeira opção informamos o domínio do site, como “dominiodosite.com.br”. Dessa forma, todas as páginas existentes serão indexadas, além dos subdomínios associados a ele.

Já na alternativa “Prefixo do URL”, apenas as URLs associadas ao endereço informado e ao protocolo correspondente serão cadastradas, ou seja, se houver subdomínios ou uma parte do site utilizar o protocolo SSL e a URL informada usar o protocolo HTTP, eles não são adicionados por essa opção ao mesmo tempo.

Há algumas diferenças na forma de cadastro entre as duas alternativas. Por isso, vamos demonstrá-las separadamente, a seguir.

Inclusão de prefixo do URL no Search Console

O primeiro passo é informar a URL completa do site. É importante que ela seja exatamente a mesma, ou seja, com o protocolo utilizado. Portanto, se o site utiliza protocolo SSL, o endereço deve começar com “https://www.dominiodoseusite.com.br”.

A seguir, será preciso verificar a propriedade do site. Uma forma de fazer isso é por meio do envio de um arquivo de verificação para o ambiente em que o site está hospedado. Para isso, basta fazer o download do arquivo, conforme a imagem abaixo.

A seguir, será preciso enviar esse arquivo para a pasta principal do provedor de hospedagem. Isso pode ser feito com programas de transferência de arquivos, como o FileZilla, que é gratuito. Por fim, basta voltar no Search Console e clicar no botão “Verificar”.

A escolha de um provedor é importante para ajudar a conquistar um bom posicionamento nos resultados de busca, pois características como a velocidade de carregamento da página, a disponibilidade do site no ar e outros fatores técnicos interferem na avaliação do Google. Uma excelente opção é o Rock Stage e você pode fazer um teste de utilização gratuito para comprovar a sua qualidade.

O Google oferece outras formas de fazer isso, como por meio do gerenciador de tags do Google, com a criação de um vínculo na conta do Google Analytics ou associar um registro DNS ao Google.

Outra forma de fazer a verificação da propriedade do site é por meio da adição de uma tag HTML no cabeçalho da página. Para isso, basta selecionar a opção “Tag HTML” entre as formas de checagem e copiar o texto indicado.

A seguir, é preciso adicionar esse texto entre as tags <head> da página HTML. Isso pode ser feito por meio da edição do arquivo HTML ou, se o site for WordPress, é possível editar o tema ou fazer a inclusão do texto por meio de plugins gratuitos disponíveis no site oficial do CMS. Por fim, é preciso voltar ao Search Console e clicar em “Verificar”.

Adição de domínio no Search Console

Como dissemos, a adição do domínio ao Search Console permite a indexação de todos os URLs presentes no site, inclusive de subdomínios e protocolo SSL. Entretanto, esse modelo só é feito pela adição de um registro DNS no provedor. Para isso, basta informar o endereço do site no campo referente ao domínio conforme a imagem abaixo.

A seguir, será exibida uma outra tela com a solicitação para a confirmação de propriedade.

Clique no botão “Copiar” para selecionar o texto e continuar o processo de verificação, que deverá ser feito no painel de controle do provedor de hospedagem em que o site está armazenado, pois será necessário adicionar esse conteúdo aos registros de DNS.

Geralmente, a opção de alteração de DNS está disponível no dashboard do provedor. Entretanto, se houver dúvidas em como acessá-la, peça ajuda ao suporte técnico, pois pode haver diferenças em função do tipo de painel de controle utilizado. Depois de incluir o registro correspondente no provedor, basta voltar ao Search Console e clicar no botão “Verificar”.

Logo que o site é cadastrado no Search Console ainda não haverá dados disponíveis para avaliação. Após alguns dias, entretanto, já será possível acompanhar os registros coletados pelo Google e verificar os dados referentes ao posicionamento médio na busca, se há alguma página com erro e muito mais.

Seja para a indexação de um site completo ou de apenas uma URL, é importante entender as diferentes formas de como indexar site no Google. Vale ressaltar que existem outras ferramentas que facilitam o trabalho de manutenção do site, como o Google Page Speed, que faz uma avaliação completa e traz dicas para otimizar o ambiente.Já que falamos sobre o desempenho do site, confira este conteúdo sobre o Google Page Speed Insights e saiba como atingir a nota máxima e obter resultados!

Texto escrito por: Rock Content

Leia mais
logística

Artigo anterior

Estratégias para um e-commerce de sucesso

Leia mais

Próximo artigo

Não caia no spam! Confira como melhorar a entrega de e-mail marketing

Deixe seu comentário