Blog da Loja Integrada

Soluções, ferramentas e estratégias para gerar tráfego

Como lojista, qual seria seu maior desejo? Que sua loja faça sucesso e venda bastante, certo? E o que você precisa para isso? Isso mesmo, tráfego!

Para vender no mundo virtual, você precisa primeiro que as pessoas cheguem até seu ecommerce. Isso é feito gerando tráfego, ou seja visitas e acessos para a sua loja online.

No post Desafios: como gerar mais tráfego para loja virtual?, já falamos da importância e das dificuldades de gerar tráfego para a loja virtual. Agora é hora de falar sobre as soluções, ferramentas e estratégias para colocar a mão na massa! Vamos lá?

Quais canais geram mais tráfego e com mais engajamento?

Nem todos os cliques para sua loja virtual são iguais. Alguns estão só “dando uma olhadinha”, outros estão ali para pesquisar preços, enquanto outros têm interesse de comprar de você naquele momento.

Da mesma forma que a rua que você pega pode fazer diferença para chegar mais rápido ao seu destino, o canal que os visitantes usam para chegar até sua loja também impacta no nível de engajamento que eles têm.

Os visitantes podem chegar ao seu ecommerce porque clicaram no resultado de pesquisa quando buscavam algo no Google, viram sua loja nas redes sociais ou clicaram em um anúncio pago. São diversos caminhos e, embora todos sejam importantes, uns geram mais engajamento do que outros.

Por isso, o tráfego é classificado em diferentes tipos, sendo:

Tráfego orgânico: é o tráfego gerado por meio de mecanismos de buscas, sem ter que pagar por anúncios pagos. É o tráfego que oferece o melhor custo-benefício e um alto nível de engajamento;

Tráfego pago: é aquele gerado por anúncios pagos, seja nos mecanismos de buscas, sites, apps ou nas redes sociais. Ajudam na visibilidade da marca, mas costumam ter um baixo nível de engajamento;

Tráfego de referência: é o tráfego gerado por links que levam até sua loja virtual publicados em outros sites. Também é importante pois geram autoridade para sua marca;

Tráfego social: é o tráfego gerado a partir das redes sociais, de forma orgânica. Também possui um alto nível de engajamento, pois é pelas redes sociais que seus visitantes mais podem interagir com sua marca;

Tráfego direto: é quando o visitante digita seu endereço direto na barra de endereços. Vem com um certo nível de engajamento, uma vez que o visitante já conhece sua marca.

As principais soluções e ferramentas para gerar tráfego

Bom, já vimos que o tráfego para sua loja pode vir por diferentes formas. Para gerar tráfego, portanto, você deve considerar cada uma dessas vias e criar estratégias específicas para elas.

Vamos dar uma olhada:

Tráfego orgânico

A melhor forma de gerar tráfego orgânico para sua loja é por meio da produção de conteúdo e estratégias de SEO (Search Engine Optimization)

O conteúdo aliado ao uso de palavras-chave ligadas ao seu mercado ajudará o seu negócio a ter um melhor posicionamento no Google e em outros mecanismos de busca. Dentre os elementos avaliados para um bom rankeamento estão: relevância, usabilidade, tempo de carregamento, links internos e externos, além de muitos outros.

Tráfego pago

O tráfego pago é gerado pelos anúncios que seu e-commerce faz. Embora o engajamento deles seja menor, essa pode ser a melhor maneira de rankear bem se concorrência for muito alta.

Saber usar o Google Ads é fundamental aqui. Anúncios no Facebook e Instagram também devem ser impulsionados, aproveitando a possibilidade que essas plataformas oferecem de segmentar o anúncio para o perfil do seu público.

Tráfego de referência

Sua estratégia de conteúdo deve estar alinhada com a criação de parcerias com outras empresas que tenham o mesmo público que o seu. Dessa forma, é possível fazer guest posts — quando você escreve um artigo para ser publicado no blog parceiro —, campanhas, recomendações e outros tipos de conteúdos.

A relevância e qualidade do seu conteúdo aqui também são essenciais, para que ele possa ser linkado em outros sites por ser reconhecido como autoridade no assunto.

Tráfego social

As redes sociais são essenciais para qualquer lojista que queira sobreviver online. É lá que seu público está e é por meio delas que, muitas vezes, eles decidem sobre uma compra.

Sua estratégia de conteúdo deve incluir posts nas redes sociais — e uma dica aqui é aproveitar os diferentes formatos: texto, imagem, vídeos… E você também pode usá-las para interagir com seu público, aumentando o engajamento.

Assim, você vai conseguir não somente gerar tráfego para sua loja, como também fidelizar aqueles visitantes que se tornam clientes!

Gostou do nosso artigo? Que tal assinar nossa newsletter para não perder nenhuma dica? Assine agora mesmo!

Leia mais

Artigo anterior

Como registrar o nome da loja virtual: saiba quais são as etapas

Leia mais

Próximo artigo

Vendas em redes sociais: o que fazer (e o que não fazer)

Deixe seu comentário