Vale a pena inserir minha loja virtual no Google Shopping?

Tempo de Leitura: 4 minutos

Imagine que você vende tênis de corrida. Um internauta está buscando este produto no Google e encontra a sua loja, o seu produto, foto dele, o preço e o link para o seu site. Incrível, não? Essa é uma das vantagens de ter a sua loja virtual no Google Shopping. Por isso, no texto de hoje abordaremos essa ferramenta de marketing digital que pode ser responsável por trazer mais compradores para a sua loja.

 

loja virtual no Google Shopping

O que é o Google Shopping?

Google Shopping é o comparador de preços do Google. É como o Buscapé? Sim, com a diferença de que, como é desenvolvido pelo Google, pode ser integrado a outros serviços da empresa, como Google Adwords e Google Analytics. Além disso, aparece nos resultados de busca do Google, o maior buscador do mundo.

Como funciona o Google Shopping?

Faça o teste você também. Digite “Tênis para corrida” no Google e veja o que aparece. Além de anúncios, resultados de busca orgânica e talvez até locais da sua cidade que vendem este produto, no topo da página, pode aparecer uma seleção de modelos, seus preços e o link para a loja que o está comercializando com o título “Resultados do Google Shopping para tênis de corrida”.

 

Não apareceu? Tudo bem. Você pode acessar esse conteúdo clicando na aba shopping. Ao clicar nesta aba ou em “Resultados do Google Shopping para tênis de corrida”, você verá uma lista completa com alguns modelos e um filtro de preço, categoria, estilo, marca e vendedor. O filtro serve para que o consumidor selecione as características que deseja e encontre mais facilmente o produto que melhor combina com ele.

 

É importante lembrar que os resultados do Google Shopping que aparecem nos resultados de busca do cliente são uma forma de anúncio. Ou seja, o lojista precisa cadastrar seus produtos e pagar para que eles apareçam ali. A cobrança acontece no modelo CPC (Custo por clique). Ou seja, o anunciante paga toda vez que o internauta clica no anúncio do Google Shopping.

 

Foram citados os exemplos dos anúncios que aparecem nos resultados de busca do Google e na aba Shopping, mas estas não são as únicas opções. Os anúncios de Google Shopping também podem ser exibidos em sites parceiros do Google. Ou seja, no YouTube, em blogs e em portais que usam a sua tecnologia para exibir anúncios.

 

Quais são as vantagens de inserir minha loja virtual no Google Shopping?

As vantagens para o lojista são:

1. Tráfego

Como a premissa de qualquer anúncio, a maior vantagem é trazer mais gente para a sua loja.

2. Tráfego qualificado

Isso significa que o Google Shopping não só traz mais gente para o seu site como atrai usuários com maior potencial para comprar. Isso é certo, pois o Google exibe os anúncios para pessoas que demonstraram clara intenção de comprar o produto anunciado. Ou seja, já estavam procurando por estes produtos. Além disso, os anúncios contêm preço, imagem e informações sobre os produtos. Dessa forma, quando o cliente clicar num deles, é porque já comparou algumas opções e está mais propenso a finalizar a compra.

3. Presença dupla

Se você colocou alguns produtos da sua loja virtual no Google Shopping, mas também está fazendo um bom trabalho de SEO, pode aparecer duas vezes no resultado de busca do cliente: nos resultados do Google Shopping e nos resultados de busca orgânica. Dessa forma, você ganha mais credibilidade, demonstra presença e tem mais chances de levar este internauta para a sua loja.

4. Métricas

Sempre abordamos a importância de medir todas as suas ações de marketing para avaliar a sua efetividade, não é mesmo? Além de apresentar relatórios sobre as suas campanhas – como outras plataformas fazem –, o Google Shopping apresenta um panorama geral da concorrência para você saber onde e como pode melhorar seus anúncios. Sem falar da ferramenta “Simulador de lances” com a qual você pode simular um valor diferente de lance para testar e ter uma ideia do quanto poderia melhorar com essa mudança.

Vale a pena inserir minha loja virtual no Google Shopping?

Depende! Como se trata de uma forma de anúncio, antes de comprar, é preciso analisar alguns pontos para verificar se vale a pena investir nesta modalidade. São eles:

  • se a sua audiência costuma utilizar comparadores de preço;
  • se a sua audiência costuma acessar e usar o Google Shopping;
  • se a loja pode arcar com os custos dos anúncios sem ficar no prejuízo.

É importante reforçar que, como tudo no marketing digital, é possível obter métricas relacionadas aos anúncios do Google Shopping. Dessa forma, se você quer utilizar, mas ainda está em dúvida em relação à eficácia, é válido testar a plataforma com um investimento reduzido, avaliar as métricas, o retorno gerado comparado ao valor investido na campanha para decidir se seguirá com a campanha como está, se seguirá, mas fará alguns ajustes ou se investirá em outros canais.

 

Como inserir minha loja virtual no Google Shopping?

Se você decidiu colocar a sua loja virtual no Google Shopping, em primeiro lugar, precisa criar uma conta no Google Merchant Center. Caso você já tenha uma conta Google para acessar o Google Analytics e/ou o Google Adwords, é importante usar a mesma para integrar os serviços.

 

Com a conta criada, é hora de configurá-la, seguindo os passos que serão trazidos pela plataforma, cadastrar os produtos que serão exibidos e ativar as campanhas – por isso a importância de integrar o seu Google Shopping com o Google Adwords. Lojistas da Loja Integrada possuem uma vantagem nesse cadastro, pois podem integrar a sua conta do Google Merchant Center ao aplicativo da Loja Integrada e selecionar na própria plataforma quais produtos deseja anunciar no Google Shopping.

 

Está pronto para colocar a sua loja virtual no Google Shopping? Legal! Em vez de fazer todos os passos da configuração, aproveite o benefício de integração que a Loja Integrada oferece. Aproveite também para conhecer os planos e todas as vantagens da plataforma para os lojistas.