Blog da Loja Integrada

Vender tem que ser simples: vamos falar de experiência de pagamento?

Janeiro é o mês de colocar em prática as resoluções feitas em dezembro. Você com certeza fez planos para crescer suas vendas ou expandir o seu e-commerce em 2020, e é preciso foco para conseguir tirar do papel os propósitos para o ano novo. Se você não sabe nem por onde começar, que tal começar pelo fim? Olhar para o final da jornada de compra — isto é, para o pagamento — é uma forma fácil de mudar o jogo e aumentar suas vendas.

Imagine essa situação: você entra em uma loja, gasta tempo para escolher exatamente o produto que você quer comprar e se dirige para pagar. Nesse momento, começam os desafios. Primeiro, é difícil encontrar onde está o caixa, depois a maquininha demora para ligar ou está sem bateria. Por fim, apesar de você saber que tem saldo, a transação começa a dar erro até que você simplesmente desiste. Frustrante, não? 

No e-commerce isso também pode acontecer. E, o pior: você pode estar perdendo vendas por problemas com o pagamento sem saber! Se preocupar com a experiência do consumidor na última etapa da venda é tão importante quanto garantir que todo o resto da jornada do cliente esteja funcionando bem. O cliente já decidiu que quer comprar na sua loja, você não vai querer perder essa venda, não é mesmo?

Conversão de vendas e conversão de pagamento: qual a diferença?

Apesar de muito ser dito sobre a conversão de vendas, este indicador sozinho pode não mostrar a realidade do seu e-commerce. É preciso olhar para o momento do checkout e entender se seu meio de pagamento entrega a melhor experiência e consegue converter o cliente na etapa final do funil. Enquanto o primeiro indicador olha a porcentagem de pessoas que entraram na sua loja e finalizaram uma compra, a conversão de pagamento mostra o percentual de pessoas que começaram o pagamento e conseguiram concluir com sucesso.

Quando a conversão de vendas é baixa o problema pode estar em vários pontos da jornada, desde a navegação pelos produtos até a baixa aderência do preço para o público-alvo. No entanto, quando se olha para uma baixa conversão de pagamentos, isso quer dizer que algo no checkout não está como deveria, e é hora de olhar com calma para seu meio de pagamento.

Procure garantir que o meio de pagamento entrega um fluxo completamente transparente, de ponta a ponta. Isso é, quando as informações da venda chegam até o banco, ele enxerga o seu negócio e consegue aprovar mais vendas com segurança. Além disso, quando o seu nome está na fatura do cliente ele reconhece mais compras, o que evita contestações desnecessárias.

Outro ponto que impacta nas suas vendas é a estabilidade do meio de pagamento. Ter a confiança de poder contar com uma tecnologia avançada e que está sempre em expansão é importante para garantir que seu site não vai ficar na mão quando mais precisar. 

Você já conhece o Pagar.me? Pioneiro na tecnologia de pagamentos transparentes de ponta a ponta, o Pagar.me é o meio de pagamento que descomplica as suas vendas e deixa você com mais tempo para focar no seu negócio. 

Leia mais

Próximo artigo

7 dicas surpreendentes para fazer suas primeiras vendas

Deixe seu comentário