Blog da Loja Integrada

Anúncios para e-commerce: como divulgar seu negócio virtual

Os anúncios para e-commerce fazem parte de uma revolução que está ocorrendo no mercado publicitário. Segundo uma pesquisa da ZenithOptimedia, os gastos globais com publicidade online vão superar os anúncios de televisão ainda esse ano. Além disso, para 2018, a previsão é que os gastos com publicidade online representem 37,6% do total investido em propaganda no mundo todo, deixando a televisão com 34,1%.

As mudanças na forma como as pessoas compram e se comunicam trazidas pela Internet são as responsáveis por esses números. Além disso, a publicidade online traz mais benefícios para quem anuncia. Só para citar alguns:

  • Maiores oportunidades de otimização do investimento;
  • Possibilidades de segmentação e, portanto, maior assertividade nas campanhas. Em outras palavras, falar com a pessoa certa, na hora certa e com a abordagem certa;
  • Maior transparência, graças à possibilidade de medir todos os anúncios que são comprados.

Quais são os tipos de anúncios para e-commerce?

Dentro do contexto online, atualmente, há três tipos principais de anúncios para e-commerce. Vamos comentar sobre cada um deles:

Google Adwords

O que é? É a plataforma de publicidade do Google, o maior buscador online. Existem duas modalidades de compra de anúncios nesse caso. São elas:

1. Google Adwords – Rede de pesquisa

É a modalidade de compra de anúncios que serão exibidos nos resultados de pesquisa do Google.

Como funciona? Quando um internauta faz uma busca, os motores de publicidade do buscador exibem anúncios que contêm as palavras-chave utilizadas na pesquisa. Por exemplo, se uma pessoa busca por “encanador São Paulo”, verá uma página com resultados orgânicos e, acima deles, os anúncios relacionados àquela busca, como o site de uma empresa especializada nesse tipo de serviço.

Por que usar? Possui uma relevância alta, já que o anúncio é exibido no topo da página – antes mesmos dos resultados orgânicos –  e impacta o cliente quando ele está buscando por determinado assunto.

2. Google Adwords – Rede display

É a modalidade de compra de anúncios que serão exibidos em milhões de sites parceiros do Google.

Como funciona? Quando um internauta acessa um portal ou um blog parceiro do Google, pode ver um anúncio que combina com o seu perfil ou relacionado ao tema do site que está acessando. Por exemplo, se uma pessoa está lendo uma matéria sobre bebês, pode ver um anúncio de um e-commerce de roupas para bebês.

Por que usar? É possível inserir imagens nos anúncios (o que chama muita atenção) e aparecer para clientes que se interessam pelo tema no qual a loja está inserida.

Facebook Ads

O que é? É o sistema de compra de anúncios do Facebook.

Como funciona? Quando o consumidor acessa a sua página no Facebook, verá anúncios que combinam com o seu perfil. Tais anúncios podem aparecer no feed de notícias ou na barra lateral direita, no caso do desktop.

Por que usar? É possível inserir imagens nos anúncios e segmentá-los pelas características dos internautas que serão impactados. Por exemplo: faixa etária, gênero, localização, preferências, intenção de compra, dispositivos utilizados, fase da vida e públicos personalizados (pessoas que já acessaram ou já compraram no seu e-commerce para citar alguns exemplos). Tais características são determinadas de acordo com páginas, grupos e posts com os quais a pessoa interagiu.

Instagram Ads

O que é? É o sistema de compra de mídia online do Instagram.

Como funciona? Quando o cliente acessa o seu Instagram, verá anúncios em seu feed junto com as imagens e vídeos de contas que segue.

Por que usar? É possível inserir imagens, vídeos e fotos no formato carrossel, além de segmentar o anúncio. Como o Instagram foi comprado pelo Facebook, os anúncios são direcionados de acordo com os parâmetros estabelecidos pela segunda empresa. 

4 dicas práticas para fazer anúncios para e-commerce de forma eficaz

Agora que você conhece os três tipos principais de anúncios para e-commerce, separamos  algumas dicas que o ajudarão a ter mais sucesso com as divulgações. Confira!

1. Capriche na imagem

Escolha aquela que demonstra o produto, o benefício que ele entrega e que segue a identidade visual da marca. É importante que ela seja particularmente atraente para que as pessoas tenham vontade de clicar. Que tal ler nosso post para usar o poder das imagens a seu favor?

Além disso, é importante usar imagens de propriedade da loja ou de sites especializados para não esbarrar em direitos autoriais.

2. Texto

O texto é um elemento desafiador, afinal, é preciso ser chamativo e apresentar um diferencial usando poucos caracteres. Ele é especialmente importante no caso dos anúncios do Google Adwords em rede de pesquisa, pois são o único elemento do anúncio. A dica é ir direto ao ponto e falar a maior vantagem que o anúncio apresenta. Pode ser um desconto, uma promoção, um benefício imperdível ou a solução de um problema.

Outro ponto importante é usar uma call-to-action (CTA) – chamada para ação, em tradução livre. Ou seja, deixar claro o que se espera que o cliente faça após ver o anúncio. Clicar na imagem, no link ou entrar em contato são alguns exemplos de CTA. Para isso, utilizam-se imperativos como “Inscreva-se”, “Compre agora”, “Aproveite” e outros.

3. Segmente

Segmentar um anúncio significa escolher com cuidado e precisão para quem aquele anúncio será direcionado. Ou seja, em vez de exibir o anúncio para todas as pessoas, exibe-se para apenas algumas delas: aquelas que são mais propensas a interessar-se pelo que está sendo anunciado. Dessa forma, aumenta-se a assertividade da campanha e as chances de conversão.

Todos os tipos de anúncios citados oferecem opções diferentes de segmentação. Escolha a ferramenta que possui opções que atinjam melhor o seu público-alvo.

4. Analise

Anúncios para e-commerce

Um dos maiores benefícios da mídia online é a possibilidade de medir tudo que é feito. Por isso, analise com muito cuidado todas as ações que forem realizadas para identificar quais plataformas apresentam maior retorno para os anúncios realizados. 

Você já sabe a importância de conhecer o seu cliente a fim de criar anúncios para e-commerce eficazes? Então leia mais sobre o que é e como criar Buyer Personas!

Leia mais

Artigo anterior

Psicologia das cores no e-commerce: saiba como aplicá-la!

Leia mais

Próximo artigo

Passo a passo para apresentação de produto em loja virtual

Deixe seu comentário