🔥 Conheça a Loja Integrada e comece a vender online hoje mesmo!
Ver Planos
quanto custa para abrir um loja virtual

Descubra quanto custa para abrir uma loja virtual

Levantar quanto custa pra abrir uma loja virtual é um desafio e tanto, né? Entenda o investimento necessário para iniciar o seu negócio online.

Quando você começa o seu ecommerce, uma coisa não pode faltar: planejamento estratégico. Afinal, para que tudo saia como o esperado é preciso analisar, estabelecer metas e necessidades, realizar previsões concretas, dentre outras ações bem importantes. Nesse sentido, entender quanto custa pra abrir uma loja virtual é fundamental para ter sucesso nessa iniciativa.

Existe uma série de investimentos importantes a serem feitos para que este modelo de negócio funcione do jeito certo, incluindo:

  • Custos operacionais;
  • Custos estruturais;
  • Divulgação da loja.

Em outras palavras, não é somente a loja virtual em si que demanda recursos financeiros, mas vários outros aspectos do ecommerce exigem atenção e investimento para deixar tudo funcionando perfeitamente.

Então nos acompanhe e entenda o quanto custa pra abrir uma loja virtual, conhecendo as variáveis que existem relacionadas ao projeto, além dos principais investimentos iniciais para começar seu ecommerce com o pé direito.

ALCANCE O PRÓXIMO NÍVEL COM A LI: CONTEÚDOS ESSENCIAIS E EXCLUSIVOS PARA SEU ECOMMERCE!

Receba dicas valiosas da Loja Integrada diretamente na sua caixa de entrada!

Fique com a gente até final e descubra tudo!

Quanto custa pra abrir uma loja virtual: variáveis na projeção de investimento

Abrir em um ecommerce pode ser uma ótima oportunidade de investimento. Inclusive, o crescimento do setor no país foi tão grande que acompanhou a tendência mundial, conquistando uma das porcentagens mais expressivas na área nos últimos 20 anos.

De acordo com informações levantadas pela Ebit | Nielsen, o comércio eletrônico brasileiro teve um crescimento de 47% já nos primeiros seis meses de 2020, o que totalizou um lucro de R$ 38,8 bilhões.

Porém, uma dúvida comum entre as pessoas que querem aproveitar esse momento do mercado e pretendem quer criar um ecommerce, é sobre quanto custa pra abrir uma loja virtual profissional. Aliás, isso não se trata de uma informação tão simples de ser descoberta. Pelo contrário, é preciso uma boa análise da questão para chegar a um orçamento que atenda a suas necessidades.

Para calcular os valores do investimento, a primeira coisa a ser feita é estabelecer o que se pretende fazer, isto é, o tamanho do seu negócio, objetivo e capital disponível (dinheiro que você pode investir).

Isso porque, as características da loja virtual que você quer montar influenciam diretamente no quanto ela vai custar para seu bolso. Assim também, para o valor do investimento ser definido, vai depender das necessidades e recursos do ecommerce.

💡 Mas não se preocupe que montar uma loja não custa tanto quanto muitos pensam. Os recursos utilizados podem ser baixos quando comparados a uma loja física, por exemplo.

Por outro lado, também não é algo que não vai te custar zero investimento, principalmente quando o assunto é tempo! Além disso, considerar apenas os gastos da loja em si, da parte estrutural do ecommerce, não é o recomendado.

Por isso, entender as características do seu projeto e os principais investimentos a serem feitos para transformar ele em realidade, é a combinação perfeita para definir quanto custa abrir sua loja virtual.

5 principais investimentos iniciais para abrir um ecommerce

Entre os principais investimentos necessários para abrir um ecommerce, há pelo menos 5 itens que compõem o custo total. Dá um olhadinha em como cada um deles funciona:

1. CNPJ

Como mencionamos há pouco, o valor pra abrir uma loja virtual depende de variáveis como o tamanho do projeto que você pretende realizar.

Isso nos leva a um dos principais investimentos para começar o seu negócio: o CNPJ. Basicamente, para ter um CNPJ é preciso definir qual será o tipo de empresa. O porte empresarial é o fator que define o quanto uma empresa pode faturar anualmente, o número de colaboradores que podem ser contratados, as tarifas a serem quitadas, dentre outras coisas.

Mas você é obrigado a ter CNPJ para criar um ecommerce? Não, não é! Mas ter um começar sua loja virtual como pessoa jurídica pode te trazer diversos benefícios, como pagar menos impostos e conseguir descontos com fornecedores. Se quiser saber mais sobre isso, confira o conteúdo com as vantagens em ter uma loja virtual com CNPJ. 

Agora, confira os três tipos de empresas possíveis de serem cadastradas como CNPJ para montar um ecommerce e seus respectivos custos:

MEI

Microempreendedor Individual (MEI) é uma modalidade de empresa com apenas um dono e colaborador, a qual não pode passar de R$81 mil de faturamento. Para abri-la não há nenhuma taxa, porém você vai precisar pagar uma mensalidade de mais ou menos R$55 para mantê-la ativa.

ME

Já na Micro Empresa (ME), o faturamento anual pode ser de R$81 mil até R$360 mil e possuir entre 10 e 20 colaboradores. A abertura do ME cobra uma taxa média de R$1 mil e há um valor requisitado sobre a receita obtida. O investimento inicial em um ecommerce de uma Micro Empresa está entre R$5 mil e R$50 mil.

EPP

Empresas de pequeno porte (EPP), por sua vez, contam com um faturamento de R$360 mil até R$4,8 milhões aproximadamente, tendo entre 10 a 100 colaboradores. A taxa de abertura é a mesma do ME, mas pode variar de acordo com o estado que você reside.O custo para começar uma loja virtual com o CNPJ EPP fica na faixa de R$50 mil a R$500 mil.

2. Registro de marca, domínio e hospedagem

O registro de marca feito no INPI é fundamental para estabelecer sua exclusividade sobre os produtos e serviços que pretende oferecer, garantindo a longevidade do negócio.

O custo varia de R$142 a R$415 para MEI, ME e EPP. Além disso, outro investimento que define quanto custa pra abrir uma loja virtual é o domínio e a hospedagem.

O domínio refere-se ao nome/ endereço que você pretende usar no ecommerce. Essa solicitação deve ser feita no site registro.br e custa em torno de R$ 40,00 por ano.

Já a hospedagem, é um serviço que disponibiliza um espaço a ser usado na internet para sua loja. Para fazê-los, você terá que desembolsar de R$35 a R$50 mensais dependendo do plano e site escolhidos para efetuar a compra de ambos.

Dessa forma, você garante todos direitos sobre o nome escolhido e pode criar o site da sua loja tranquilamente.

3. Logística, fornecedores e impostos

Outro investimento necessário para abrir um ecommerce envolve a logística para entrega dos produtos, além da escolha dos fornecedores que vão abastecer seu estoque. Assim como qualquer outro modelo de negócio, lojas virtuais também pagam impostos. Por isso, esse é mais um dos custos operacionais que farão parte da sua rotina em criar um ecommerce.

No caso dos custos de envio, eles serão cobrados apenas depois que você já tiver feito vendas, o que é muito bom! Para saber bem direitinho quanto será seu custo, é importante pesquisar os valores trabalhados pelas empresas de envio que você pretende trabalhar, como Correios, Melhor Envio, etc.

4. Custo da plataforma

A plataforma é o coração do ecommerce. Todas as funções da vida deste modelo de negócio partem do local no qual ele está inserido. Os produtos e suas descrições, meios de pagamento, informações de estoque e entrega, dentre outras funções vão ser alocados ali.

Por isso, a escolha deve ser bem pensada, tanto pelas funcionalidades quanto pelos custo-benefício. Como o custo varia muito de acordo com a plataforma e extensão do projeto, não há como precisar um valor específico de cobrança. Mas, pesquisando no mercado você encontra valores entre R$49,90, para modelos mais simples, até R$8 mil numa loja virtual bem elaborada.

A boa notícia é que com a Loja Integrada você pode criar sua loja virtual de um jeito bem prático e não paga comissão por vendas! Isso mesmo, com nossos planos você tem a sua disposição diversas funcionalidades para começar seu negócio com o pé direito. Nosso plano PRO 1 é R$49,90 e você já tem benefícios como temas padrão grátis e suporte feito por pessoas via Whatsapp.

Para criar sua loja é simples, basta acessar a página, preencher o formulário e seguir os passos que vão aparecer na sua tela!😉

5. Divulgação

Além da parte jurídica, operacional e estrutural do ecommerce, o valor para abrir uma loja virtual passa pela divulgação feita depois dela estar no ar.

Nas redes sociais, por exemplo, você pode criar publicações que atraem pessoas para a sua loja virtual.

Enquanto no seu ecommerce em si, é possível criar banners atrativos que apresentem sua marca e até ofereçam descontos.

Além disso você pode apresentar como a solução oferecida pela sua empresa pode resolver essas necessidades, criando um relacionamento de confiança com seus clientes.

Para obter melhores resultados na divulgação do seu ecommerce, quanto mais ferramentas você investir, melhor.

Quanto custa pra abrir uma loja virtual: faça o seu ecommerce na Loja Integrada

Por fim, agora que você sabe em média quanto custa pra abrir uma loja virtual, chegou a hora de pôr a mão na massa. Para isso, conte com a gente.

Na Loja Integrada, nenhuma taxa de comissão é cobrada pelas vendas feitas dentro da plataforma. E o melhor: você pode começar sua loja virtual de maneira gratuita. Ainda assim, caso queira aproveitar ao máximo os benefícios que só a LI tem, basta se cadastrar e escolher algum de nossos planos para fazer seu negócio decolar mais depressa. Ou seja, só tem coisa boa para você e seu ecommerce.

Então não deixe para depois, garanta agora mesmo todas as vantagens da Loja Integrada para criar um ecommerce bacanérrimo, sem grandes complicações! Aproveite e leia também o conteúdo sobre Ideias de promoções para loja virtual que realmente dão certo.