Criar uma loja virtual e em poucos meses já ter excelentes resultados é o sonho de vários brasileiros. Esse sonho se tornou realidade para Maiara e Ronan, que criaram a loja Cola e Decora, no segmento de Casa e Decoração Infantil

A decoração sempre foi um assunto que a Maiara gostou muito e quando ela ficou grávida do Matteo quis decorar o quarto dele de um jeito bem especial. Mas nesse período ela identificou que estava gerenciando uns 15 rastreios, de lojas diferentes que tinha comprado alguma coisa pro quartinho dele.

Logo depois que o Matteo nasceu, Maiara tomou a decisão de que não voltaria pro antigo trabalho e junto com o Ronan, eles abririam algo. Em meio a muitas conversas surgiu o seguinte comentário: “Poxa! Por que não, então, a decoração infantil, pensando em facilitar a vida das mamães. De encontrar mais itens num mesmo lugar?”.

Foi nesse contexto, em fevereiro de 2021, que a Maiara e o Ronan criaram a Cola e Decora, usando a plataforma da Loja Integrada.

Em 8 meses de existência a loja virtual cresceu mais de 1.690% em faturamento, 1.285% em número de pedidos aprovados, teve um aumento de 37% no ticket médio e 563% a mais  em número de visitas.

E o melhor de tudo, só na Black Friday cresceu 36% do  faturamento se comparado aos três meses anteriores à data. Incrível, né?

Desde o início, os desafios do dia a dia de um ecommerce estavam presentes, mas tanto a Maiara quanto o Ronan se dedicaram bastante para que em poucos meses a loja conquistasse resultados tão maravilhosos. Vamos ver o que eles fizeram? Bora!

Quais foram as maiores dificuldades enfrentadas para começar uma loja virtual no segmento de Casa e Decoração?

Eram muitas dúvidas. A gente desconhecia todo o processo de ecommerce. Mas, aos poucos, no dia a dia, as vendas acontecendo e a gente conhecendo um pouco mais do nosso público, as coisas foram se desenrolando. Mas o primeiro pedido, por exemplo, a gente não tinha nem a impressora em casa, pra tá imprimindo nota fiscal.

A parte também de logística, começamos pelo Melhor Envio e agora a gente tem uma empresa onde a gente envia 90% dos nossos pedidos. A gente foi conhecendo também as tendências, os temas que as mamães mais gostam de colocar nos quartinhos infantis, então… foi uma mistura, assim.

No dia a dia da operação, o que é mais fácil e o que é mais difícil de gerenciar?

Acho que um ponto difícil que é bem comum entre todas as empresas é a questão de gerenciamento de estoque. Sempre é algo que chama mais a nossa atenção, pra tentar achar um equilíbrio. 

Além disso, como a loja tem pouco tempo e ainda não temos muito histórico, ao trazer produtos novos, sempre nos perguntamos se um determinado produto seria interessante, ou não. Por isso, a gente tenta montar temas ou assuntos que estão dentro das tendências aí, pra saber certinho o que o nosso cliente busca.

Onde vocês buscam informações sobre ecommerce e sobre o mercado de Casa e Decoração?

Tentamos participar do máximo de cursos e treinamentos possíveis, como começamos nesse mercado (tanto de Casa e Decoração, quanto de ecommerce) há menos de um ano, tudo é muito novo para nós.

Se vocês pudessem dar uma única dica pra quem quer começar uma loja neste setor, o que vocês diriam?

Ecommerce é realmente algo de busca constante, de melhoria, porque você nunca sabe se vai acertar ou vai errar. É muito teste!

Desde a cor do botão de comprar até um item que tu vais lançar. É um teste! Teste em cima de teste. Você não sabe se vai dar certo ou não, mas tem que tentar. E como o Ronan costuma dizer “se for pra errar, que erre rápido”.

Pode errar, não tem problema, mas é preciso consertar! Nessas tentativas, como no ecommerce tudo é muito rápido, a velocidade é muito alta, tem que saber surfar o momento. Não deixe passar! Não tem como pensar muito: “não, é… amanhã eu faço”. O ecommerce é muito do tipo: “cara, vamos fazer, porque é pra ontem!”.

Acho que essa sensação de ser pra ontem, a sensação de trazer novidades sempre, de estar atento ao que o cliente fala e fazer muito melhor do que ele está pedindo, às vezes, num comentário sem perceber tu consegue agregar no teu negócio.

Sobre o segmento de Casa e Decoração, é fundamental estar atento às novidades, às tendências, porque isso também é como moda, sabe? Passa e às vezes, assim, é um detalhe. Você ganha o cliente no detalhe, você conquista no detalhe e, estando ligado ali nessas tendências, eu acho que a gente ganha muito.

abrir loja virtual

Cola e Decora + Loja Integrada

“Escolhemos a Loja Integrada porque é uma plataforma simples, fácil de usar e com preço acessível. Além disso, LI tem muitas integrações e uma ótimo estabilidade”. 

Conheça o cenário atual do segmento de Casa e Decoração

De acordo com a pesquisa publicada pelo portal Terra e realizada pelo instituto IEMI Inteligência de Mercado, em 2020, no início da crise da covid-19, o setor de Casa e Decoração registrava alta de 4,65% nas vendas do varejo em relação a 2019, movimentando R$87,7 bilhões.

Já o estudo feito pela Conversion mostrou que o setor online de casas e móveis cresceu quase 87% de março de 2020 a março de 2021.

Mesmo após o final da pandemia, a previsão é que o setor de casa e decoração continue aquecido. Muitos brasileiros modificaram seus hábitos e continuam comprando pela internet.

Além disso, muitos esperam continuar trabalhando em suas casas e/ou praticando hábitos caseiros adquiridos nesse período. Por isso, abrir uma loja virtual no segmento de Casa e Decoração vai trazer ótimas perspectivas.

Lembre-se! Ter uma loja nichada pode ser o grande diferencial

Dentro do mercado geral, existem grupos menores com interesses específicos, que correspondem aos nichos. Ou seja, é uma categoria restrita em que seus produtos se enquadram.

Existe ecommerce de nicho mais amplo e há aqueles mais específicos. Por exemplo, o nicho de moda infantil é mais amplo, enquanto o nicho de fraldas ecológicas é bem específico.

Na hora de escolher um nicho, é preciso saber qual é o público-alvo que se beneficia com o seu produto.

Um medo muito comum é criar um ecommerce de nicho e acabar tendo poucos clientes ou fazendo poucas vendas por não atender a todos os públicos. Mas, ao “nichar” o seu público, você cria mais demanda entre pessoas que querem exatamente o que você vende. Ou seja, a chance de você fechar a venda para esse público é muito maior.

Além disso, quanto mais específico for o seu ecommerce de nicho, menor é a sua concorrência.

Quer saber como escolher um nicho para sua loja virtual? Então, confira o conteúdo sobre ecommerce de nicho que fizemos. 

Ufa! Bastante coisa, não é mesmo? Mas temos certeza que a história de sucesso da Cola e Decora e os números do segmento de animaram a tirar a sua ideia do papel. Por isso, não perca tempo e crie agora sua loja virtual


administrator

Comunicóloga, especialista em marketing digital, que descobriu no ecommerce um mundo a ser explorado!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *