🔥 Comece a vender online. Planos anuais com 20% OFF!
Aproveitar!
como fazer planejamento estratégico para ecommerce

Saiba como fazer planejamento estratégico para ecommerce

Aprenda a criar um planejamento estratégico para ecommerce e aumente o sucesso do seu negócio!

Abrir um ecommerce é uma ideia muito boa, já que o modelo tem crescido muuuito, todos os anos. Dados da consultoria Ebit/Nielsen na 44ª edição do relatório Webshoppers mostram que as vendas por meios virtuais passaram de R$ 6,7 bilhões no primeiro semestre de 2010 para R$ 26,4 bilhões no mesmo período de 2019 e alcançaram R$ 53,4 bilhões no primeiro semestre de 2021.

Porém, não basta só escolher um nome, abrir uma loja, colocar seus produtos e pronto: dinheiro entrando na conta. Se fosse assim seria bom!😅

Sem um planejamento estratégico para ecommerce, seu negócio pode ficar à deriva, sem saber pra onde navegar. Além disso, você precisa saber como manter seu espaço nesse grande oceano de oportunidades — que está atualmente cheio de concorrentes.

Por isso, o planejamento estratégico para ecommerce é uma ótima forma de construir um mapa de navegação, pra te ajudar a seguir rumo a um destino do jeito mais tranquilo possível. Quer entender mais? Levante a âncora e continue a leitura.

ALCANCE O PRÓXIMO NÍVEL COM A LI: CONTEÚDOS ESSENCIAIS E EXCLUSIVOS PARA SEU ECOMMERCE!

Receba dicas valiosas da Loja Integrada diretamente na sua caixa de entrada!

O que é o planejamento estratégico para ecommerce?

O planejamento estratégico para ecommerce é um documento que explica e registra tudo sobre sua ideia de negócio. Como o próprio nome já diz, planejar estrategicamente é quando você estuda o seu negócio para criar formas estratégicas de alcançar um determinado objetivo.

Basicamente, você define seu empreendimento, determina para onde você quer levar sua nova empresa e quais os caminhos para chegar até lá. Como dissemos ali em cima: é o seu mapa de navegação.

Também é importante levar em conta as oportunidades, as forças e as ameaças que podem estar em questão na sua empresa. Através de um planejamento estratégico, que pode ser feito por períodos como meses, semestres ou mesmo anual, é possível ter uma visão mais ampla sobre o negócio, estabelecendo metas e obtendo resultados mais eficazes.

O seu planejamento estratégico para ecommerce também serve como uma luneta, para avistar possíveis obstáculos pelo caminho e tomar decisões no curto a médio prazo.

Por que fazer um planejamento estratégico para ecommerce?

O planejamento estratégico para ecommerce te permite economizar tempo e encontrar atalhos para atingir seu objetivo mais rápido e com mais eficiência.

Com ele, você poderá:

Verificar a lucratividade do seu nicho

Ao escrever seu plano de negócios, você terá que descobrir mais sobre o mercado em que deseja operar. E isso inclui não apenas o nicho, mas também os clientes em potencial, a demanda do produto e também a concorrência.

Esse conhecimento vai te ajudar a avaliar se o nicho no qual deseja atuar realmente vale a pena ou não.

Desenvolver sua proposta de valor

Uma coisa que prejudica muitas lojas de comércio eletrônico é a falta de autenticidade. Na verdade, em alguns nichos, é muito difícil distinguir uma empresa da outra.

Para um negócio realmente ter sucesso, ele precisa se destacar. Isso geralmente é alcançado por meio de uma proposta única de valor.

Um planejamento estratégico para ecommerce requer que você apresente aquilo que diferencia seu negócio dos demais e que vai atrair consumidores para perto da sua marca — e para longe da concorrência.

Ter uma visão geral da sua ideia de negócio

Um planejamento bem elaborado permitirá que você tenha uma visão ampla, holística (pra usar uma palavra mais difícil) e objetiva da sua ideia de negócio.

Isso vai ajudar a entender como as coisas se encaixam, bem como os fatores externos e internos que influenciam o empreendimento.

Configurar metas de negócios

Como já mencionamos, um planejamento estratégico pra ecommerce também vai te ajudar a definir metas e objetivos realistas para sua loja virtual.

Essa parte é importante pra te impulsionar a chegar aonde deseja, mas também sem causar frustrações ou excessos — que podem te desmotivar a longo prazo.

Evitar perder recursos

Um planejamento estratégico para ecommerce tambémvai ajudar a evitar que você cometa erros que te façam perder recursos, como tempo e dinheiro.

A sua ideia de negócio é boa? As pessoas estão interessadas nos produtos que você vende? Existe mercado grande o suficiente para sustentar você e seus concorrentes nos negócios?

O planejamento ajudará você a responder a essas perguntas antes de zarpar.

Conheça alguns tipos de planejamento estratégico

Para entender o contexto, é importante frisar que existem alguns tipos diferentes de planejamento: estratégico, tático, operacional e o situacional. 

Enquanto o planejamento estratégico é pensado a médio e longo, algumas ações podem entrar em planejamentos mais rápidos, como é o caso dos planejamentos tático (que é voltado a determinado processos, já com pessoas para a sua execução), e o operacional (que é lidar com a operação das tarefas que foram determinadas). Já o planejamento situacional, engloba envolver uma situação pontual e fazer um planejamento para a sua resolução. 

O planejamento estratégico depende de outros planejamentos ao longo do caminho para ser eficiente, por isso é importante fazer o controle e monitoramento de ações.

Como deve ser um planejamento estratégico para ecommerce?

Se você pesquisar na internet, com certeza achará milhares de modelos de planos de negócios, alguns até específicos para ecommerce. O Sebrae possui um ótimo material, bem completo, com dicas e um template para fazer seu planejamento.

A verdade é que um planejamento estratégico é muito pessoal e deve se adequar exatamente à sua realidade e à da sua loja virtual. Mas separamos pra você um passo a passo bem interessante para o planejamento estratégico do seu ecommerce.

Mas antes, veja algumas informações que você vai precisar e fundamentais para um planejamento de sucesso.

💡 Abaixo, listamos alguns itens que não podem faltar:

Negócio

A primeira parte deve explicar tudo sobre o seu negócio.

Isso inclui sua ideia, como sua loja virtual vai operar, o que a torna única entre outros varejistas online, além, claro, do nome da empresa, endereço e dados dos proprietários.

➡️ Algumas informações a serem incluídas:

  • Nome da empresa;
  • Declaração de missão, valores e visão;
  • Resumo da empresa;
  • Informação de propriedade;
  • Resumo de inicialização dos negócios;
  • Produtos que você deseja vender;
  • Plataforma de ecommerce a ser utilizada.

Marketing

Nesta parte você definirá as estratégias pra divulgar sua loja virtual.

Você deve declarar quais são seus planos e ideias de marketing, traçar o perfil de seu público-alvo, criar buyer personas, definir do que gostam (e não gostam) bem como ações para tornar seu ecommerce atrativo.

➡️ Algumas informações a serem incluídas:

  • Análise de mercado;
  • Mercado-alvo e perfil do cliente;
  • Campanhas de marketing;
  • Despesas de marketing estimadas.

Financeiro

Na parte sobre suas finanças, você deve incluir todos os dados financeiros sobre o seu ecommerce, desde custos iniciais e operacionais até empréstimos, ativos, contas correntes, previsões de fluxo de caixa etc.

➡️ Algumas informações a serem incluídas:

  • Custos iniciais e previsão de despesas;
  • Fundos e investimentos;
  • Projeção de fluxo de caixa;
  • Balanço patrimonial.

Além disso, você também deve escrever um “resumo executivo” que, como o nome já diz, é um resumo de tudo que será abordado no seu plano — ele será muito útil caso você queira buscar financiamento externo para o negócio.

Etapas de um planejamento estratégico para ecommerce

  1. Objetivo: Toda a empresa precisa ter definido o seu conjunto de missão, visão e valores. A comunicação institucional vai depender destes propósitos estabelecidos, além disso, essas informações serão muito importantes na hora de planejar a longo prazo. Por isso é preciso ter claro o objetivo do seu negócio, e qual a sua missão ( a razão da existência da empresa), visão (onde a empresa deseja chegar) e valores (as crenças e a cultura). 

  1. Análise de mercado: Compreender o cenário econômico e os concorrentes no qual o seu negócio está inserido é fundamental para que os próximos passos sejam tomados no planejamento estratégico. Nesta etapa, pode ser feita a análise análise SWOT — ou FOFA, em português — e fazer uma avaliação do ambiente externo e interno, seguindo os quatro elementos: forças, fraquezas, oportunidades e ameaças.

  1. Plano de ação: O plano de ação vai ser exatamente a parte prática do planejamento estratégico do seu negócio. É preciso responder algumas questões sobre o plano a ser trilhado: 
➡️ O que será feito?
➡️ Onde?
➡️ Quando?
➡️ Por quem?
➡️ Como?
➡️ Quanto vai custar?

Através deste caminho, será possível implementar os passos e saber quais ações devem ser feitas. 

  1. Monitoramento de resultados: Com as metas traçadas e prazos definidos, é preciso controlar o planejamento estratégico através do monitoramento de resultados, para entender se cada etapa estará levando ao resultado final. Uma dica! Não deixe para analisar os resultados só no final, faça um acompanhamento constante. Isso porque você pode perceber que algumas melhorias podem ser colocadas em prática de forma rápida.

Pode parecer desafiador montar um planejamento estratégico para ecommerce, mas, com calma e dedicação, ele vai te ajudar a entender ainda mais suas ideias e visões.

Gestão integrada para um visão mais estratégica 

Para aproveitar que estamos falando em estratégia, nada melhor do que ter uma gestão estratégica do seu negócio! E a boa notícia é que através da tecnologia isso é possível! Através da sincronização do sistema aos canais de venda, a administração e planejamento vão ficar mais fáceis e eficientes. Para te ajudar nisso, a LI tem um super parceiro, o Bling. Um sistema da ERP que vão ser uma mão na roda pra sua gestão!

As boas notícias ainda não acabaram! Se ainda não é cliente Bling, faça um teste grátis por 4 meses utilizando o cupom #lojaintegrada e conheça na prática o que uma gestão integrada faz pelo seu negócio.